Após lançar CD na cadeia, cantora ganha liberdade condicional

Após lançar CD na cadeia, cantora ganha liberdade condicional

Danila Alves foi presa pela segunda vez há seis anos, por tráfico de drogas. Música dela integra projeto para combater uso de crack na capital do país

Descoberta em concurso de beleza dentro do presídio, a cantora Danila Alves deixou a Penitenciária Feminina do Distrito Federal, no Gama, na manhã deste sábado (9). Ela recebeu liberdade condicional seis anos após ser pega com 0,5 kg de droga. Antes, a mulher havia sido presa por tentar passar entorpecentes para o marido, que cumpria pena na Papuda.

Segundo Danila, a droga com a qual foi encontrada não era dela, mas da mãe. A jovem nasceu em 1986, quando a mãe dela cumpria pena por tráfico de drogas. Assim que foi presa pela segunda vez, a cantora descobriu que estava grávida do quarto filho e que repetiria o drama familiar.

"Entrei em desespero na ala das grávidas", conta. "Fiquei desesperada. Meu bebê ficou comigo até os seis meses, até o dia do meu aniversário de 24 anos."

Durante o período em que esteve presa, a jovem quase não recebeu visitas. Para tentar ganhar a liberdade novamente, ela descobriu o concurso que haveria na penitenciária e decidiu fazer uma música para a ocasião. "Mulher Beleza" encantou o produtor Christian Luis, que propôs a gravação de um CD. Entre as oito faixas, cinco escritas por ela, está "Crack? Tô Fora!".

"Já fui usuária de droga. É doloroso ver crianças com latinha de crack na mão. Há uma epidemia nas escolas", explica.

A canção, inspirada na história do filho de outra presidiária de apenas 10 anos, ganhou nova roupagem por artistas de Brasília e atualmente faz parte de um projeto para combater o uso da droga.

Fonte: G1