Após lei, cesariana só poderá ser feita com justificativa médica

O objetivo é para reduzir o número de cesarianas no Brasil.

Para as mamães que pretendem realizar cesarianas uma nova regra entrou em vigor a partir desta segunda-feira (06/07). Os partos dessa maneira só poderão ser feitos desde que haja uma justificativa médica, segundo essa nova regra os planos de saúde não precisam mais pagar pelos procedimentos, as mulheres que insistirem em realizá-lo terá que pagar por isso.

Essas novas normas são de uma portaria do Ministério da Saúde para reduzir o número de cesáreas no Brasil. Segundo ela, os hospitais privados tem que ser obrigados a apresentar uma justificativa plausível para realizar o procedimento, caso contrário nada será feito.

Atualmente, cerca de 85% dos nascimentos no Brasil são de parto cesarianas registrados nos planos de saúde. Na rede pública, a taxa de partos via cesariana chega a 40%.

Image title


Fonte: Com informações do O Globo