Médicos confirmam morte cerebral do filho de Erasmo Carlos após grave acidente de moto

Médicos confirmam morte cerebral do filho de Erasmo Carlos após grave acidente de moto

A família, inclusive, já deu início aos trâmites legais para doar os órgãos do músico.

Léo Esteves, filho caçula de Erasmo Carlos confirmou a morte cerebral do irmão, Alexandre Pessoal, vítima de um grave acidente de moto na última quarta-feira, 7, no Rio. A família, inclusive, já deu início aos trâmites legais para doar os órgãos do músico. De acordo com Léo, o laudo oficial ainda não foi liberado por questões de protocolo.

"O laudo médico que decreta a morte cerebral ainda não está pronto, mas os exames já constataram isso. É o protocolo médico normal. Já começamos o processo para a doação de órgãos, foi um consenso da família e da esposa. Acho que ele nunca falou sobre isso em vida, mas achamos melhor assim", disse Leonardo. Ele adiantou ainda que o velório deve acontecer no Jardim da Saudade, no Rio de Janeiro, onde a família tem um jazigo. Narinha, mulher de Erasmo, morta em 1995, também foi enterrada no local.

"O Erasmo é um cara muito sensível, a própria carreira dele prova isso. Essa notícia bate de uma forma muito profunda na cabeça de uma pessoa assim. Ele está arrasado, obviamente. Foi para casa e está esperando esses protocolos finais. A gente só lamenta por essa fatalidade", completou Léo.

Erasmo Carlos - que na véspera estava em Brasília por conta de compromissos profissionias - esteve no hospital Barra D"Or na manhã desta quarta-feira e foi fotografado muito abatido deixando o local, sem dar declarações. Daniela Tieko, mulher de Gugu - como era chamado entre amigos e familiares -, esteve durante todo o tempo com o músico no hospital, mas também deixou o local no início da tarde.

Erasmo Carlos se despede em rede social

Cerca de uma hora deixar o hospital, Erasmo usou seu perfil no Facebook para se despedir do primogênito. "A grandeza do amor é sempre se tornar inteiro mesmo perdendo uma grande parte... Adeus, meu Gugu querido, jamais esquecerei você". Imediatamente o cantor recebeu uma série de mensagens de apoio e luto.

"Esperando um milagre"

Paulo Freitas, sobrinho de Erasmo, já havia nesta quarta-feira, que a situação do primo era muito grave."Sabemos que é uma situação irreversível. Se o Gugu estivesse vivo, ele estaria aqui comigo, tomando um chope. Seria ótimo se ele acordasse de um dia para a noite. Mas e as sequelas? Não sei se era isso que ele queria", disse. "Meu tio deve estar totalmente fora do ar. Foi um acidente totalmente idiota. Eu mesmo já caí de moto tantas vezes... Existe tanta gente ruim no mundo, por que foi acontecer isso logo com o Gugu? ", indagou Paulo.

Luto precipitado

Na terça-feira, 13, amigos de Alexandre e integrantes do bloco "Fica Comigo", do qual ele fazia parte, usaram as redes sociais para prestar homenagens ao músico. Os rapazes, inicialmente, escreveram uma mensagem na página oficial do bloco no Facebook sobre o agravemento do estado de saúde do amigo:

"Infelizmente, estamos aguardando o pior. Se ele tiver que ir, pelo menos, sabemos que ele irá em paz. Oremos!! Desculpem não dar mais detalhes, mas também não sabemos... Estamos a caminho do hospital e de lá daremos maiores informações. Oremos, oremos, oremos."

Logo após a publicação do post, houve a confirmação precipitada da morte cerebral do músico por parte de um de seus parceiros de trabalho, Antonio Carlos de Almeida, e seguidores e amigos começaram a publicar mensagens de apoio, luto e homenagem a Alexandre na rede social.

Horas depois, no entanto, a assessoria de imprensa de Erasmo negou a informação, e disse que ele apresentou grave piora em seu quadro clínico, mas que ainda tem sinais vitais. Leia abaixo o comunicado divulgado na noite de terça-feira, 13:

"Carlos Alexandre Sayão Lobato Esteves, paciente de 40 anos de idade internado em 07 de maio de 2014 com diagnóstico de traumatismo cranioencefálico grave (escala de coma de Glasgow 7) e torácico secundário a acidente automobilístico. Aqui chegou sob o efeito de sedativos, intubado, dependente de ventilação mecânica invasiva e com dreno torácico a direita. Tratamento conservador com suporte circulatório e ventilatório com controle da pressão intracraniana.

Hoje pela manhã houve aumento da pressão intracraniana, seguida de alterações pupilares. Nova Tomografia de Crânio revelou hemorragia cerebral difusa, obstrução do quarto ventrículo e hidrocefalia. Submetido a ventriculostomia com inserção de catéter intraventricular e drenagem externa. oppler transcraniano revelou fluxo sanguíneo cerebral com padrão de alta resistência. Exame neurológico com pupilas fixas e dilatadas. Quadro gravíssimo mantido sinais vitais a base de aminas vasoativas".

Amigos fazem homenagem

Os integrantes da banda Fica Comigo, do qual Alexandre fazia parte, homenagearam o músico no Facebook. Eles colocaram uma tarja preta no símbolo da banda, em sinal de luto, e postaram a mensagem: "Vai em paz, Gugu. Hoje é só o que queremos dizer/desejar. Que ele vá em paz".

Fonte: EGO