Após negociação do Sead e Sefaz, Iapep mantém atendimento a pacientes

Foi estabelecido um calendário de pagamento aos hospitais e clínicas credenciados ao Iapep

Numa negociação que envolveu as Secretarias de Administração (Sead) e de Fazenda (Sefaz), a diretoria-geral do Instituto de Assistência e Previdência do Estado do Piauí (Iapep) conseguiu suspender a paralisação do atendimento aos pacientes do Iapep-Saúde e Plamta por hospitais e clinicas credenciados.


Uma reunião, no começo nessa quarta-feira (18), no gabinete do secretário de Fazenda, da qual participaram Rafael Fonteles, o diretor-geral do Iapep, Marcos Steiner, e o presidente do Sindicato do Hospitais do Piauí (Sindhospi), Jefferson Campelo, estabeleceu um calendário de pagamento aos hospitais e clínicas credenciados ao Iapep.

A proposta foi submetida ao Sindhospi, que decidiu pela suspensão da paralisação por três dias do atendimento aos pacientes conveniados do Iapep-Saúde e Plamta.

Nessa quarta-feira (18), o Iapep iniciou o pagamento do Plamta relativo a novembro, que deve ser concluído em dez dias. Até o dia 15 de abril, o Iapep vai pagar dezembro. E até 30 de abril será pago o Plamta do mês de janeiro.

Em relação aos pagamentos do Iapep-Saúde, até o final da semana será concluído o pagamento de dezembro. Na próxima segunda-feira (23), o Iapep inicia o pagamento de janeiro. E até o dia 20 de abril, vai pagar o mês de fevereiro.

O diretor Marcos Steiner afirma que o Governo do Estado está atento à dificuldade financeira que também atinge os estabelecimentos de saúde no Piauí e tem feito todos os esforços no sentido de resolver a questão do atraso nos pagamentos a hospitais e clínicas conveniados ao Iapep-Saúde e Plamta, de modo a não causa qualquer prejuízo para os servidores associados aos planos de assistência médica estadual.

“Sabemos da dificuldade financeira enfrentada pelos hospitais e clínicas, que é a mesma vivida pelos servidores e pelo Governo, mas reafirmamos que todos os esforços estão sendo adotados para colocar esses pagamentos em dia, inclusive com o reforço do pessoal do Setor Financeiro do Iapep, para agilizar a análise dos processos e a liberação dos pagamentos, de modo a atualizar a quitação desses procedimentos para médicos, hospitais e clínicas”, explicou Steiner.

“Não há insensibilidade da parte do Iapep. Nós estamos trabalhando desde o primeiro dia em que assumimos para atualizar essa conta, que aliás não é nossa”, ressaltou o diretor do Iapep.

Fonte: Assessoria