Após o Corso, vendas se mantêm para o Carnaval

Para contribuir com a criatividade da população, as lojas do centro da capital, tem mantido as vendas conquistas com o Corso 2015, e buscado estratégias para atrair mais clientes

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA QUINTA-FEIRA (12) DO JORNAL MEIO NORTE

Os teresinenses já estão pensando em qual fantasia vão pular o Carnaval. Da mais simples a melhor elaborada, ou há até quem não ligue para fantasias, mas nesta festa o que importa é se divertir. E para contribuir com a criatividade da população, as lojas do centro da capital, tem mantido as vendas conquistas com o Corso 2015, e buscado estratégias para atrair mais clientes.

Como é o caso de Roberto da Silva, fiscal de loja, que explica que as vendas no período do Carnaval seguem boas e a estratégia para atrair mais clientes, é a oferta de acessórios divertidos e diferentes e outro fator que ajuda nas vendas, é a disposição dos objetos na loja.

“A estratégia é sempre ir além do Corso. Disponibilizar acessórios divertidos, interessantes e diferentes, que atraem a população, principalmente aquelas que nem pensavam em comprar, de pronto se interessam. Tem grande saídas os bonés diferentes, máscaras e colares, que custam entre R$ 10 a R$ 30. Além da disposição do que temos de melhor, visível aos clientes, buscamos sempre atendê-los, no clima do momento”, explica o fiscal.

Repórter: Márcia Gabriele

Fonte: Márcia Gabriele