Após pane, passageiros passam mal em vagão lotado no Rio

40 minutos com o trem parado, nenhum operador da SuperVia havia aparecido

Após o problema operacional no trem da SuperVia que fazia o percurso Central-Belford Roxo na manhã desta segunda-feira, no Rio de Janeiro, vários passageiros passaram mal dentro de um vagão lotado sem ar-condicionado, devido ao calor intenso registrado no local. Uma mulher que havia declarado ter claustrofobia reclamou de náuseas e chegou a vomitar no interior do local.

"É um absurdo ter que passar por isto para chegar ao local de trabalho. Algumas pessoas chegaram a andar pelos trilhos, mas nem todos tiveram coragem de descer do trem, apesar de estar muito abafado. Algumas mães precisaram tirar a camisa dos filhos pequenos para que eles pudessem respirar melhor", relatou a estudante de comunicação Letícia Clipes Garcia, 19 anos.

De acordo com Letícia, após cerca de 40 minutos com o trem parado, nenhum operador da SuperVia havia aparecido para esclarecer a situação e, possivelmente, retirar as pessoas de dentro do vagão sob alta temperatura.

"Eu não vi ninguém da concessionária. Algumas mulheres foram para as janelas e gritavam pelos vigilantes em busca de socorro. Não quero julgar ninguém, mas alguma coisa precisa ser feita para que não seja necessário passar este sufoco", desabafou a estudante.

Problemas em trem da SuperVia

Um problema operacional no trem da SuperVia que fazia o percurso Central-Belford Roxo fez com que passageiros precisassem andar sobre os trilhos. A falha ocorreu por volta das 8h entre as estações de Triagem e Jacarezinho, na zona norte do Rio de Janeiro. De acordo com informações da concessionária, houve uma queda do fornecimento de energia em uma subestação que atende ao ramal.

Os passageiros tiveram que se deslocar por cerca de 150 m nos trilhos até a estação da Triagem, com a ajuda dos operadores. Técnicos estavam no local.

A fiscalização da Agência Reguladora de Transportes do Estado (Agetransp) informou que o tráfego - que chegou a ser suspenso - foi restabelecido, em parte, e os trens do ramal Sara circulavam com atrasos de cerca de 15 minutos por volta das 11h30. O Conselho Diretor da Agência abriu processo regulatório específico para apurar o incidente.

Fonte: Terra, www.terra.com.br