Defesa de Carolina Dieckmann: fotos foram feitas para intimidade

Defesa de Carolina Dieckmann: fotos foram feitas para intimidade

Ela foi ouvida sobre as 36 fotos de nudez que vazaram na web, na sexta

A atriz Carolina Dieckmann deixou a Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática (DRCI), no Centro do Rio, às 16h30 desta segunda-feira (7). Ela foi ouvida sobre o caso do vazamento de 36 fotos em que ela aparece nua em um site pornográfico.


Após prestar depoimento sobre fotos, Dieckmann deixa delegacia no Rio

De acordo com o advogado da atriz, Antonio Carlos de Almeida Castro, o Kakay, o depoimento durou mais de duas horas.

Carolina chegou às 9h15 com o marido, o diretor Tiago Worcman, e com o advogado em um Range Rover branco. O diretor também foi ouvido pela polícia. Um carro com seguranças escoltava a atriz.


Após prestar depoimento sobre fotos, Dieckmann deixa delegacia no Rio

Carolina não falou com a imprensa, mas seu advogado já adiantou que notificou a Google para impedir que as pessoas busquem na internet as fotos de nudez da atriz.

O advogado disse também que o dois sites pornográficos que publicaram as imagens foram identificados e estão hospedados em Londres e nos Estados Unidos. Segundo ele, as fotos foram tiradas para intimidade do casal: ?Ela é uma pessoa que tem direito à intimidade. As fotos foram tiradas para intimidade do casal, ela e o Thiago [Worcman], que está aqui agora em depoimento?, declarou.

As 36 fotos de nudez da atriz foram publicadas sexta-feira (4). A atriz chegou a receber e-mails exigindo R$ 10 mil para que as fotos não fossem publicadas, mas não aceitou a chantagem.

Procurada, a assessoria do Google Brasil informou que não se pronuncia sobre casos específicos.

A atriz suspeita que as fotos tenham sido copiadas de seu computador, que dias antes tinha sido levado a uma loja para conserto. As imagens foram postadas sexta-feira (4) e replicada em outros sites no Brasil, além de jornais.

?Descobrimos hoje [domingo,6] que o primeiro site que vazou as fotos está hospedado em Londres. Esse é um sistema que eles usam muito. Mandamos um e-mail para o responsável jurídico do site, dizendo que tinha sido furto de imagens, que há uma investigação no Brasil. Eles informaram que assim que ficar comprovado a ofensa contra a atriz eles vão retirar do ar?, afirmou Kakay.


Após prestar depoimento sobre fotos, Dieckmann deixa delegacia no Rio

Segundo o advogado, um inquérito deve ser aberto para descobrir o autor das chantagens. Entretanto, o advogado acredita que os responsáveis pelo site também devem ser julgados. ?Todos que dão publicidade ilegal é responsável. Nenhum site sério publicou as fotos dela?, disse.

Mesmo sendo vítima de chantagem para que as fotos em que ela aparece nua não fossem divulgadas, a atriz Carolina Dieckmann resolveu enfrentar a situação e os riscos de ter sua intimidade exposta, diz o advogado.

?Mesmo com o desgaste da exposição, ela teve uma posição de enfrentar essa situação. A Carolina é uma cidadã responsável e está agindo com muita dignidade em toda essa situação. Esse caso é emblemático até mesmo pela imagem que ela representa?, afirmou Antonio Carlos. Por meio de e-mails, o chantageador pediu R$ 10 mil à atriz.

De acordo com Castro, a atriz ainda está abalada, mas disposta a enfrentar a situação. ?Não entrei em detalhes familiares, mas sei que ela está recebendo muito apoio da família, especialmente do marido?, destacou.

Fonte: G1