Após ser atropelado por amiga, Bruno vai ficar sem treinos de MMA; estreia é mantida

Após ser atropelado por amiga, Bruno vai ficar sem treinos de MMA; estreia é mantida

Estreia do cantor no esporte está prevista para o fim do ano, diz treinador.

Mesmo tendo deixado o hospital nesta segunda-feira (20) depois de ter sido atropelado, o cantor Bruno, do KLB, deve ficar ao menos sete dias afastado dos treinos de MMA (na sigla em inglês, Mixed Martial Arts). A informação é do treinador Diego Lima, que atua na preparação do cantor para a estreia no esporte, prevista para ocorrer entre novembro e dezembro deste ano.

Bruno deixou o Hospital Albert Einstein, em São Paulo, por volta das 10h45 desta segunda. O cantor foi atropelado durante a madrugada no cruzamento das avenidas Juscelino Kubitschek e Faria Lima, na região do Itaim Bibi, na Zona Sul da capital paulista. O cantor informou que foi atingido por uma amiga e que recebeu cerca de 25 pontos nos dois braços. Não houve ferimentos nas pernas.

?Ele foi prensado e só teve ferimentos nos braços, mas não houve fratura, foram apenas cortes. Ele foi avaliado pelo médico que recomendou ao menos sete dias de repouso, sem treinamento. Depois desse prazo ele deverá passar por uma nova avaliação, checar se sente dores, para só depois voltar a treinar?, diz Lima ao G1.

Apesar do repouso, o treinador afirma que a luta de estreia de Bruno não sofrerá atrasos. ?A luta já estava mesmo prevista para o fim de novembro ou início de dezembro, e esse acidente não deve alterar nada. A estreia será em São Paulo e ainda não há adversário definido?, afirma.

Bruno, que segundo o treinador tem pouco mais de 80 kg, irá lutar na categoria de 77 kg. ?Ele já luta boxe há mais de sete anos e está na nossa equipe há quatro meses, treinando diariamente. Nós temos treinado jiu jitsu pela manhã, muay thai à noite e à tarde fazemos um treino mesclado. Ele participa de um preparo voltado a suas necessidades específicas, mas também treina com a equipe profissional?, detalha Lima.

O treinador afirma que ainda não há informações sobre o adversário que irá lutar com Bruno, nem detalhes do evento de estreia. Diego também é treinador do já lutador de UFC Felipe Arantes, o Felipe Sertanejo. O amigo postou em sua página no Twitter uma foto, com o comentário: ?Miguxo 100%! Graças a Deus foi apenas um susto!!!?.

Fonte: G1