Após solicitação, Secretário de Segurança promete Força Nacional para Campo Maior

Na ocasião o vigilante Antônio José morreu ao ser baleado pelos assaltantes.

Durante reunião com o secretário de Segurança, Fábio Abreu, o prefeito Paulo Martins e o deputado Aluísio Martins conseguiram com que a Força Nacional de Segurança atue, pelo menos, por sete dias na cidade. A ideia é combater a onda de violência em Campo Maior.

O pedido do prefeito e do deputado foi feito, na manhã dessa segunda-feira, 23.03, após a cidade ter vivido momentos de muita apreensão com o registro de assaltos violentos, que começou com o roubo a panificadora Cidade Nova, há duas semanas.  Na ocasião o vigilante Antônio José morreu ao ser baleado pelos assaltantes.

Uma semana depois, outra panificadora foi assaltada no Bairro de Fátima, sendo que os dois assaltantes foram presos pelos proprietários. Na quinta-feira passada (20.03), a loja Documento Jeans foi assaltada por quatro homens armados com revólver.

O prefeito disse que há uma sensação de insegurança na cidade apesar dos esforços das Polícias Civil e Militar.  “Os bandidos da capital estão sendo pressionados para fugir para o interior porque estão sendo sufocados pela Força Nacional de Segurança, então é preciso montar uma ação estratégica também em Campo Maior e região”, comunicou Paulo Martins ao secretário Fábio Abreu.

Fonte: Portaldecampomaior