Após susto, pais de quadrigêmeos pedem ajuda para montar o quarto

Mãe diz que cômodo disponível na casa é pequeno e não cabe os 4

Os pais dos quadrigêmeos que nasceram em um hospital de Goiânia estão em busca de ajuda para construir um quarto maior para os bebês. Eles contam que, como não esperavam quatro filhos, não tiveram como preparar um cômodo com o tamanho que eles vão exigir. Como nasceram prematuras, as crianças estão internadas na UTI para ganhar peso.


Os bebês nasceram no último dia 21. A mãe, a professora Elaine Gonçalves recebeu alta 48 horas depois do parto e, desde então, os pais vão diariamente ao hospital para visitá-los. “Eu venho todos os dias a tarde, retiro o leite, vejo eles um pouco, fico corujando eles”, conta Elaine.

 As crianças, dois meninos e duas meninas, estão se recuperando bem, ganhando peso com ajuda de um leite especial para prematuros. Enquanto isso, a família, que mora em Itumbiara, tenta conseguir doações para ampliar o quarto dos filhos.

“De junho para cá que nós ficamos sabendo que seriam quadrigêmeos. Nós não tínhamos preocupado ainda em fazer um quarto para o bebê, porque não tínhamos planejado quatro”, disse o pai dos recém-nascidos, o motorista Cleverson Mendonça Machado, de 39 anos.

A mãe conta que toda doação é bem vinda. “O que a gente precisa mesmo é montar um quarto, porque na nossa casa só tem um e é pequeno”, complementa Elaine.

A gravidez ocorreu após duas tentativas frustradas de fertilização. Segundo ele, apesar de ser o maior sonho que tinha com a esposa, a professora Elaine Gonçalves de Brito, de 37, nunca imaginou que eles poderiam ter quatro filhos de uma vez.

Fonte: Com informações do G1