Apresentador Ratinho deve responder inquérito por acusação de homofobia

Apresentador Ratinho deve responder inquérito por acusação de homofobia

O processo foi aberto pelo apresentador ter dito viado em seu programa

Ratinho passa por mais um problema com a Justiça. Desta vez, a Procuradoria da República em São Paulo recebeu uma denúncia que acusa o apresentador de ter dito palavras que dão uma conotação de homofobia em seu programa, no SBT. A procuradora Eugênia Augusta Gonzaga é quem está à frente do processo. O Fuxico conversou com a assessoria do órgão, que explicou que o SBT já foi chamado para prestar declarações.

?O inquérito foi aberto para apurar uma reclamação de que tenha sido dito por Ratinho a palavra ?viado? ou ?viadagem?, o que teria sido considerado pelo denunciante como um caso de homofobia. É um inquérito civil público, da área cível, o que não tem nada a ver com polícia. O SBT já foi chamado, prestou informação e está orientando aos apresentadores a não dizer palavras que tenham uma possível denotação homofóbica. O programa também vem sendo monitorado pelo Ministério Público, que já fez a classificação etária?, disse a procuradoria através da parte de comunicação.

Procurada, a assessoria do SBT disse que não vai se pronunciar, pois o apresentador tem total liberdade dentro da emissora. Já a assessoria de Ratinho afirmou que ele tem um contrato ?meio a meio? da produção de seu programa com a emissora, então, não poderia dar mais detalhes sobre o caso sem a devida autorização da direção.

Fonte: OFuxico, ofuxico.terra.com.br