Aprovados em concurso da Polícia Civil acampam no Karnak para pedir nomeação

Aprovados em concurso da Polícia Civil acampam no Karnak para pedir nomeação

O certame foi realizado em 2012 e, até agora, apenas 13 dos 39 aprovados foram nomeados.

CONFIRA A REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA TERÇA-FEIRA (29) DO JORNAL MEIO NORTE

Um grupo de aprovados no último concurso público da Polícia Civil, para o cargo de perito criminal, está acampado na frente do Palácio de Karnak para pedir agilidade na nomeação. O certame foi realizado em 2012 e, até agora, apenas 13 dos 39 aprovados foram nomeados.

A situação contrasta com a falta de profissionais, noticiadas nas últimas semanas na imprensa do Estado. O Piauí possui hoje 35 peritos, que devem atender à demanda de todos os 224 municípios. Por causa do número reduzido de profissionais, alguns casos que acontecem em regiões mais afastadas, como no Sul do Estado, por exemplo, acaba ficando sem a realização de perícia. Até mesmo em Teresina, onde é sediado o Instituto de Criminalística do Piauí, há problema por causa do baixo número de profissionais. Existem casos de acidentes de trânsito em que as vítimas esperam por horas até que a perícia chegue ao local.

O Governo do Estado, por meio de sua Assessoria de Imprensa, informou que não se opõe à nomeação dos aprovados, mas está impossibilitado de fazer isso, por causa da Lei de Responsabilidade Fiscal. Para que a nomeação seja possível, os secretários, durante reunião com os manifestantes, pediu que eles apresentem algum documento que dê respaldo a essa contratação.









Fonte: Pollyana Carvalho