Artista plástico sumido é achado morto e nu em quarto de hotel

Artista plástico sumido é achado morto e nu em quarto de hotel

Funcionários relataram à polícia que o viram com vida pela última vez no domingo (4).

Desaparecido desde a última semana, o artista plástico José Barbosa Junior, de 46 anos, foi encontrado morto na noite desta terça-feira (6). O corpo de J. Júnior estava no quarto de um hotel, no Setor Norte Ferroviário, em Goiânia.

De acordo com a Polícia Militar, funcionários perceberam que ele não saiu do quarto durante o dia e decidiram verificar se o ele ainda estava hospedado. Ao abrir a porta, eles descobriram que o homem estava morto. J. Júnior foi encontrado despido, deitado na cama.

Agentes da Delegacia de Investigações de Homicídio (DIH) estiveram no local e acreditam que ele tenha morrido de causas naturais. "Não havia nenhuma evidência de violência como hematomas, lesões ou vestígio de arma. Também não encontramos no local nenhum medicamento ou droga. Aparentemente, ele teve um mal súbito", diz um dos agentes, que preferiu não ser identificado. Mas a causa da morte só poderá ser confirmada após o laudo da perícia.

O desaparecimento do artista plástico foi comentado durante todo o fim de semana na rede social Twitter, onde J. Júnior, mais conhecido como @Fusqueiro, tinha 1.700 seguidores. Tuiteiro assíduo, ele deixou a última mensagem em seu microblog na manhã de quinta-feira (1º).

No sábado (3), familiares procuraram a Delegacia de Investigações Criminais (Deic) temendo um sequestro, segundo os agentes. No mesmo dia, J. Júnior deu entrada no hotel. Funcionários relataram à polícia que o viram com vida pela última vez no domingo (4).

Além de artista plástico, J. Júnior trabalhava na superintendencia executiva da Secretaria de Articulações Institucionais. O superintendente Vetter Martins lamentou o fato: "É uma pessoa extremamente querida, muito bem relacionado. Não sabemos ainda o que aconteceu e lamento muito a perda".

No Twitter, onde @Fusqueiro militava politicamente, diversos políticos postaram mensagens de solidariedade à família, entre eles o governador Marconi Perillo (PSDB), o deputado federal Ronaldo Caiado (DEM) e a ex-deputada Raquel Teixeira.

Fonte: G1