Artistas fazem intervenções com grafite na zona norte de Teresina

Ação aconteceu ontem pela manhã no Canal do São Joaquim

O Canal São Joaquim, zona norte de Teresina, ontem, ganhou mais cores e artes nos muros das residências de seu entorno. A ação teve participação de 17 grafiteiros, que puderam expressar sua arte com muita tinta e criatividade. O espaço está incluso no Programa Lagoas do Norte, organizado pela Secretaria Municipal da Juventude (Semjuv), e passou recentemente por uma série de intervenções, como iluminação, drenagem e urbanização.

Image title


A realização da grafitagem na região contou com o apoio da Prefeitura de Teresina, por meio das secretarias municipais de Planejamento e Coordenação (SEMPLAN), através do Programa Lagoas do Norte, e da Juventude (SEMJUV). Segundo Erick Amorim, coordenador do Programa Lagoas do Norte, “Aqui era basicamente lama, tinham casas alagadas e hoje você vê toda uma autoestima da população de poder viver em um local mais agradável.

Melhor ainda com as intervenções artísticas. Pensamos na urbanização com a questão da arte, de ter uma ligação com a sociedade e com o artista ”, esclarece.

As artes desenhadas nos muros, apesar de variadas, foram avaliadas e aprovadas antes de serem feitas. De acordo com Júlio César Lima, secretário da Semjuv, o nível dos desenhos de cada grafiteiro está bem elevado. “Superou nossas expectativas. A Semjuv tem apoiado muitos trabalhos referentes ao grafite. Hoje estamos avaliando as obras que estão sendo feitas. É nítido as transformações que a arte dá para esse lugar, que já tinha passado por alterações.

E tem sido um trabalho muito bacana”, destaca. Dentre os grafiteiros que começavam a fazer os primeiros tracejados nos muros, estava Malcom Jeferson, que falou da felicidade de ver a arte do grafite ganhando espaço em Teresina. Image title

“Eu estou achando massa. Está dando um espaço para o grafite na cidade, fortalecendo mais ainda o movimento. E eu estou representando atividades que a comunidade faz na lagoa e a representação da natureza”, explica o artista.


Fonte: Jornal Meio Norte