As salas de jantar adotam tendências arrojadas

Por ser um ambiente que remete ao glamour e à socialização dos moradores da residência, o espaço é valorizado por quem gosta de ter uma casa bonita

Uma sala de jantar arejada, moderna e espaçosa é o sonho de consumo de muita gente. Afinal, o cômodo é o cartão de visita da casa de qualquer cidadão. Por ser um ambiente que remete ao glamour e à socialização dos moradores da residência, o espaço é bastante valorizado por quem gosta de ter uma casa bonita e arrumada.

Historicamente, as salas de jantar dos castelos medievais dos nobres eram consideradas verdadeiras salas de reunião, onde os rumos dos negócios, batalhas e assuntos gerais eram decididos entre uma garfada e outra, ou mesmo entre um gole e outro. Nos dias de hoje as coisas não são tão diferentes assim, pois o costume de receber colegas de trabalho, chefes ou mesmo amigos para decidir um projeto ainda é prática comum.

Em muitas casas e apartamentos, a sala de jantar é vista como uma extensão da sala de estar. Nestes casos os dois cômodos se entrelaçam, tornando a ambientação mais moderna e prática para quem mora sozinho e não abre mão do espaço.

Em uma sala de jantar não pode faltar mesa e cadeira, e o ideal é que o espaço seja bem planejado para o conforto dos moradores da casa. Afinal, ninguém quer ficar apertado na hora de sentar para fazer as refeições. Por isso recomenda-se uma distância de no mínimo um metro entre a mesa e outros móveis. Em salas pequenas, o ideal são mesas redondas.

Misturar o clássico com o moderno é tendência

A tendência mundial do segmento é utilizar elementos clássicos atrelados à modernidade. Uma mesa moderna em metal acompanhada de cadeiras de madeira com um acabamento acolchoado pode parecer ousado demais, por isso o importante é se ater em detalhes para não cair no exagero.

Embora os móveis soltos ainda sejam bastante utilizados na hora de montar os cômodos de uma casa, cada vez mais eles perdem espaço para os móveis planejados. O uso de buffets ? móveis grandes utilizados para guardar louças e utensílios ? em salas de jantar está de volta, principalmente quando estes dão um ar contemporâneo e usam materiais mais nobres, como o alumínio, laccato, laca e legno.

Para o arquiteto Walber Angeline, a tendência do momento é fugir do branco: ?Deixar o branco de lado e optar por cores como o turquesa e o amarelo deixam o ambiente mais interessante e clássico?, declara. Walber também aponta os tons escuros como ideais para salas de jantar, pois além destas cores estarem em voga, o cinza e o preto dão um ar de sobriedade ao ambiente. ?Mas para quem não abre mão do branco pode experimentar também os tons de nude, corda e vanilla, que não deixam de ser tons claros, mas são menos datados que o branco?, finaliza.

Espelhos e luminárias agregam na decoração

O espelho tem papel fundamental na ambientação de salas de jantar, pois dá uma ideia de espaço e um toque de sofisticação. Porém, o ideal é optar por espelhos com tonalidades que fujam do prata convencional, como o bronze e o fog. Espelhos com tonalidades distintas imprimem personalidade e diferenciação ao cômodo, pois fogem do comum.

As luminárias também têm papel fundamental na ambientação de uma sala de jantar. Ao invés de usar plasons (luminárias fixas), o ideal é optar por luminárias pendentes, que nada mais são do que os lustres da atualidade. Essas luminárias podem ser em tons metálicos, ou mesmo dourados, com uma iluminação mais clássica que as lâmpadas incandescentes.

Fonte: Thays Teixeira e Lucrécio Arrais