Assalto a banco causa pânico na BA; um refém morreu

Fortemente armado, um grupo de assaltantes estimado em oito homens chegou ao centro da cidade por volta das 9h em dois carros

O assalto cinematográfico a uma agência do Banco do Brasil levou pânico à pacata cidade de Mucugê, na região da Chapada Diamantina, na Bahia, na manhã da última quarta-feira.

Fortemente armado, um grupo de assaltantes estimado em oito homens chegou ao centro da cidade por volta das 9h em dois carros, e fez reféns clientes e funcionários da agência, que havia acabado de abrir.

Um cordão humano foi feito com as vítimas para impedir que a polícia se aproximasse enquanto o bando pegava todo o dinheiro do banco, que havia abastecido no dia anterior.

Em uma ação violenta, o grupo efetuou diversos disparos durante o assalto para conter a polícia e os reféns. Três deles foram baleados. A Polícia Civil informou que não houve troca de tiros para evitar que outros civis se ferissem durante a ação.

Assustados, muitos moradores usaram os celulares para gravar as cenas do tiroteio enquanto se protegiam. Na saída, os assaltantes jogaram pela calçada uma grande quantidade de moedas, fazendo com que parte da população saísse correndo na disputa pelo dinheiro.

Enquanto isso, algumas pessoas tentavam ajudar no resgate aos três reféns baleados pelos assaltantes: dois homens e uma mulher. Um deles não resistiu e morreu pouco depois de chegar ao hospital da região. Os outros dois estão internados, mas não correm risco de morte.

Durante a fuga, o bando levou seis reféns, que foram sendo liberados aos poucos, conforme o grupo fugia em direção ao município de Boninal por uma estrada de terra. Houve perseguição policial, mas ninguém foi preso.

Segundo a Polícia Civil, todo o dinheiro do banco foi roubado, mas o valor não foi divulgado, já que a instituição ainda contabiliza o prejuízo.

Fonte: Terra