Coração: Atividades físicas em excesso causam infarto

Coração: Atividades físicas em excesso causam infarto

- O carnaval é um período tradicionalmente de excessos, diz especialista.


A proximidade do carnaval tem lotado academias em toda a cidade de Teresina, onde os foliões se preparam para ficar em forma para a época. Mas a prática de exercícios sem acompanhamento, e em excesso, podem provocar grandes lesões ao coração, chegando até às consequências de um infarto.

É o que alerta o médico cardiologista José Lira Filho, da Clínica Cárdio Vida. De acordo com o médico, a prática corriqueira de atividades físicas e a prévia avaliação da condição cardiorrespiratória, feitas pelo cardiologista, são recomendadas a qualquer tempo como maneira de avaliação do funcionamento cardíaco.

Mas é nessa época em que há grande exposição ao esforço físico que se deve ter um acompanhamento especializado para avaliar se o coração está preparado para a atividade.

“O carnaval é um período tradicionalmente de excessos e por isso é preciso que se tome cuidados antes de fazer as atividades”, afirma Lira. Na hora da folia, o mais indicado é manter o organismo sempre hidratado e permanecer os cuidados com relação ao que ingere.

“A ingestão de líquidos como água e sucos é para manter a musculatura hidratada, o que previne o cansaço. Naturalmente, excessos de álcool, fumo e outras drogas são desaconselhados porque comprometem diretamente a vida do jovem folião”, recomenda Lira.

O cardiologista alerta, ainda, que são esses excessos que podem provocar as doenças do coração, o que, na realidade, provoca uma agressão contínua ao organismo.

“Com excesso de fumo, álcool, desgaste físico, alimentos gordurosos e pesados, você acaba agredindo o corpo por quatro dias, pensando que quatro dias é pouco. Mas é tempo suficiente para causar problemas no coração”, finaliza o médico.

Fonte: Virgínia Santos