Caminhada contra o crack atrai famílias em Picos-PI

A Secretaria de Saúde de Picos realizou a I Caminhada de Combate ao Crack



A conscientização a respeito do crack foi destaque na terça-feira na I Caminhada do Dia Nacional de Combate ao Crack, comemorado no último dia 16. A ação, organizada pelo Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Droga (CAPSAD), órgão ligado à Secretaria Municipal de Saúde, reuniu dezenas de pessoas que percorreram as principais ruas e avenidas da cidade. Participaram da caminhado a Secretária Municipal de Saúde, Ana Eulálio, e o prefeito Kléber Eulálio.

Com o objetivo de chamar a atenção para o combate ao uso de entorpecentes, durante todo o trajeto foi realizada a distribuição de panfletos com orientações sobre os perigos e consequências do uso do cack. De acordo com a coordenadora do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Droga (CAPSAD), Michelly Nóbrega, o município de Picos resolveu a partir de agora acordar, começar a arregaçar as mangas e levantar essa bandeira de luta contra o crack, realizando essa caminhada que é uma atividade de prevenção contra. O objetivo foi chamar as famílias para responsabilidade da conversa com os jovens, adolescentes e infelizmente as crianças, já que a idade média para se entrar no mundo das drogas é nove anos.

?A gente quer avisar as famílias, sensibilizá-las que o crack existe, a acessibilidade é fácil devido ao baixo custo e está disseminado no município de Picos. O CAPS é o único dispositivo na cidade que trata da droga propriamente dita, mas a gente precisa tratar de prevenir, porque quanto mais as crianças forem alertadas, conscientizadas, não só pela educação porque também é papel das escolas, não só pela saúde, mas também pelas famílias é o melhor caminho?, ressaltou a coordenadora do Centro de Atenção Psicossocial Álcool e Droga (CAPSAD), Michelly Nóbrega.

A proposta da passeata foi também mobilizar vários órgãos para que possam atuar juntos no enfrentamento e, sobretudo, o cuidado aos usuários. Segundo o padre Gregório Lustosa, pároco da Igreja de Nossa Senhora dos Remédios e parceiro do evento, uma caminhada como essa chama a atenção da sociedade, chama a atenção das autoridades, dos familiares e chama atenção também dos empresários para que possamos dar as mãos e implementar ações de combate realmente a essa droga que está devastando o nosso povo.

Fonte: Jornal Meio Norte