Audiência pública vai discutir fornecimento de energia pela Eletrobras

Audiência pública vai discutir fornecimento de energia pela Eletrobras

A Câmara Municipal de Teresina vai realizar uma audiência pública com o objetivo de discutir soluções para os problemas apresentados na distribuição de energia realizada pela Eletrobras Piauí. O requerimento propondo a audiência foi apresentado pelo vereador Antonio Aguiar (PROS), sendo aprovado de forma unânime pelos parlamentares do Legislativo municipal, durante sessão realizada na última quinta-feira (21).

Aguiar lembra que os Estados do Maranhão e do Ceará possuem serviços de distribuição elétrica considerados excelentes. Enquanto isso, a população piauiense sofre com um dos piores fornecimentos de energia do País. “E a consequência disso é que o Piauí permanece em grande desvantagem no setor industrial para os vizinhos”, destaca o parlamentar. Um levantamento divulgado em abril pela Agência Nacional de Energia Elétrica aponta que a Eletrobras Piauí continua com um dos piores desempenhos entre todas as distribuidoras do País. Embora em 2013 tenha avançado no ranking da Aneel, a subsidiária piauiense continua na 28ª posição, dentre as 35 empresas avaliadas. Em 2011, sua colocação era ainda pior, estando na 32ª colocação, e em 2012, na 30ª.

“Os problemas de oscilação, interrupções e demais impropriedades no serviço de energia elétrica fornecida pela Eletrobras Piauí no município de Teresina têm se tornado cada vez mais frequentes, e, dessa forma, geram incontáveis prejuízos à população, uma vez que sem eletricidade os alimentos estragam na geladeira, os aparelhos eletrônicos e eletrodomésticos queimam, e até mesmo o fornecimento de água fica prejudicado”, conclui o vereador Antonio Aguiar, acrescentando que a audiência pública será uma ótima oportunidade para que a população e o poder público pensem medidas eficazes para resolver o problema. Além dos membros da diretoria e do conselho de administração da Eletrobras Distribuição Piauí, também serão convidados representantes da Prefeitura de Teresina.


 

Fonte: Jornal Meio Norte