Aumenta número de pessoas com Aids em cidades do PI

Segundo informações da secretária de Saúde Municipal de Picos, Ana Eulálio, os números não respondem somente à cidade, mas engloba também outros

Uma pesquisa realizada pela Secretaria Estadual de Saúde demonstrou um número crescente de casos de Aids na região de Picos. A cidade ocupa a quarta posição no ranking de pessoas infectadas pelo vírus, um registro de 10 pessoas neste ano. Segundo informações da secretária de Saúde Municipal de Picos, Ana Eulálio, os números não respondem somente à cidade, mas engloba também outros 60 municípios.



De acordo com Ana Eulálio, os fatores determinantes para este aumento no número de casos dectados na cidade se referem à maior capacidade de diagnósticos. ?O aumento na capacidade de diagnosticar e identificar os casos, é um fator decisivo o que não significa necessariamente que houve um aumento real nos números de casos, mas sim a maior capacidade de diagnósticos. O que se tinha anteriormente era uma subnotificação?, apontou Ana Eulálio.

Outra causa apontada é em decorrência de que a Aids não configura-se apenas como patologia a um grupo restrito. A disseminação do vírus é rápida e independe de faixa etária, o que colabora para este aumento. Na cidade de Picos e macrorregião, estatísticas tem demonstrado que a Aids está presente com maior incidência em dois públicos, os jovens e pessoas com idades mais avançadas.

A situação tem ocorrido por conta que as pessoas tem prolongado a vida sexual, e em se tratando de pessoas mais idosas há uma resistência no uso do preservativo, assim como para o público jovem.

A secretária ainda destacou que estes números têm reflexos sobre a saúde pública de Picos. ?O aspecto positivo, é no sentido de alertar os gestores e autoridades a manterem um posicionamento mais firme e comprometido com o processo de transmissão das doenças sexualmente transmíssiveis. O aspecto negativo é que temos uma incidência de casos alarmantes e preocupantes, é necessário que se haja ações incisivas para reverter estes números? disse Ana Eulálio.

O Centro de Testagem e Aconselhamento (CTA) da cidade de Picos que atende mais 60 municípios da região, tem realizado cerca de 2 mil exames sobre doenças sexualmente transmissíveis. As amostras colhidas passam por um teste rápido e são analisadas pelo CTA.

Fonte: Riachão Net