Instituto das seguradoras reprova Fiat 500, Honda Fit e Ford Fiesta em colisão nos Estados Unidos

Instituto das seguradoras reprova Fiat 500, Honda Fit e Ford Fiesta em colisão nos Estados Unidos

A organização americana sem fins lucrativos Insurance Institute for Highway Safety (IIHS)

A organização americana sem fins lucrativos Insurance Institute for Highway Safety (IIHS), mantida por seguradoras de veículos, divulgou nesta quarta-feira (22) uma nova bateria de testes de colisão feita nos Estados Unidos apenas com carros compactos, chamado de "minicarros" pelo instituto. Segundo a entidade, apenas um veículo dos 11 avaliados atingiu "nível aceitável" de segurança para batidas frontais parciais, que atingem apenas uma parte do automóvel.

Cinco modelos avaliados nos EUA têm similaridades com as versões comercializadas no Brasil: Fiat 500, Honda Fit, Ford Fiesta (chamado New Fiesta no mercado nacional), Nissan Versa e Toyota Prius. Outros seis são vendidos apenas nos EUA e em outros mercados: Chevrolet Spark, Mazda 2, Kia Rio, Toyota Yaris, Mitsubishi Mirage e Hyundai Accent.

O Fiat 500 e o Honda Fit tiveram os piores desempenhos na análise do IIHS. Ambos ficaram com notas baixas de segurança, recebendo a avaliação geral P (poor, ou pobre). O Toyota Prius, o Hyundai Accent, o Nissan Versa Sedan e o Mitsubishi Mirage também foram mal avaliados, com nota P.

Fiat 500 foi avaliado em teste de colisão pelo IIHS (Foto: AP Photo/Insurance Institute for Highway Safety)

Fiat 500 foi avaliado em teste de colisão por

instituto americano (Foto: AP Photo/IIHS)

Veja lista completa de notas:

Chevolet Spark: A (acceptable, ou aceitável)

Mazda 2: M (marginal, considerado ruim)

Kia Rio: M

Toyota Yaris: M

Ford Fiesta: M

Mitsubishi Mirage: P (poor, ou pobre)

Nissan Versa Sedan: P

Toyota Prius C: P

Hyundai Accent: P

Fiat 500: P

Honda Fit: P

Outro modelo participante conhecido dos brasileiros foi o Ford Fiesta, que recebeu nota mediana M e também foi reprovado, o mesmo caso do Toyota Yaris, do Kia Rio e do Mazda 2. O único a atingir nota geral A foi o Chevrolet Spark, que não é vendido no Brasil, enquanto nenhum dos 11 veículos chegaram ao resultado máximo G (good, ou bom).

No ano passado, o IIHS avaliou o novo Toyota Corolla, que também recebeu avaliação baixa.

saiba mais

De acordo com o IIHS, Honda Fit e Fiat 500 tiveram as estruturas comprometidas seriamente, com a coluna de direção sendo empurrada para trás em direção ao motorista. No caso do Fit, a cabeça do boneco de testes escorregou pelo airbag e bateu no painel, enquanto o 500 teve a porta aberta após dano na dobradiça, aumentando o risco do usuário ser ejetado do carro.

Como é o teste?

O teste realizado pelo IIHS é o de colisão frontal parcial, que simula uma batida em árvore ou poste. De acordo com o instituto, 25% da extremidade dianteira dos veículos, do lado do motorista, atinge uma barreira rígida a cerca de 64 km/h.

Esse tipo de colisão frontal é diferente do que é exigido pela lei americana para aprovar os veículos vendidos no país. Nos EUA, é obrigatório que os carros sofram colisão frontal com barreira fixa, atingindo 100% da frente do carro, a 48 km/h. Mas o IIHS passou a realizar a colisão parcial desde 2012, após constatar um número alto de acidentes desse tipo e as consequências graves que eles traziam.

Fonte: 404 bits