Avanços do Porto Seco são apresentados em fórum sobre indústria

O foco do debate foram os cenários do desenvolvimento industrial

As conquistas e avanços para a instalação do Porto Seco em Teresina foram apresentados no Fórum de Gestão Industrial que reuniu gestores regionais para difundir no meio acadêmico e profissional a importância dos polos industriais para o desenvolvimento econômico-social de uma cidade. O foco do debate foram os cenários do desenvolvimento industrial no Piauí e no Maranhão.

Um dos assuntos discutidos foi o Impacto da Industrialização, o Incentivo à industrialização focando no Programa de apoio ao Setor Industrial do Nordeste, a Gestão na Área Financeira - destacando a importância dos incentivos bancários à indústria e Indústria, o Emprego e Desenvolvimento na região de Timon/MA e Gestão na área Pública e Industrial.

Ted Wilson, presidente da Porto PI, foi um dos palestrantes do evento. Durante sua fala, o gestor destacou os avanços que o Estado terá com a instalação do empreendimento no Polo Industrial Sul, as conquistas na gestão pública e empreendedorismo.

“O Porto Seco funcionará dentro de um Centro Logístico Industrial Aduaneiro (CLIA), uma estrutura que ampliará o poder de negociação do empresariado local, aumentando consideravelmente a receita do Estado, com o fortalecimento da economia e maior visibilidade para a indústria”, pontuou Wilson.

Ainda de acordo com o presidente da Porto PI, a instalação atrairá mais indústrias para o Estado. “Com a instalação do porto, teremos a migração de novos empreendimentos e outras indústrias pelas inúmeras facilidades que elas encontrarão aqui, já que ganharão em custos, como logística e também no alfandegamento, já que ficará fácil importar produtos necessários para o seu negócio, bem como exportar seus artigos para alcançar mercados externos”, explanou o presidente.

Compartilhou experiências com os acadêmicos, ainda, representantes da Gestão Pública como Fiepi, Secretaria do Desenvolvimento Econômico e Tecnológico (Sedet) e Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Turismo (Semdec). O representante da Sedet, Tiago Patrício, que é diretor da Unidade de Desenvolvimento Científico e Tecnológico detalhou o modelo   de gestão realizado pelo Estado, que por meio da secretaria, trabalha o tripé: Governo – Academia – Indústria, com a proposta de criar um ambiente favorável para que indústrias tenham um relacionamento mais efetivo com a academia.

Além de empresários, o evento contou com a presença de acadêmicos dos Cursos de Contabilidade, Economia, Arquitetura e Urbanismo e de Engenharia da Produção de instituições privadas e públicas.
 

Fonte: Com informações do Portal do Governo