Av. Henry Wall de Carvalho terá R$ 6 mi para reforma

A avenida passará por uma reconstrução e terá sistema para drenagem da água, além do recapeamento asfáltico

As péssimas condições de tráfego encontradas na Avenida Henry Wall de Carvalho há tempos estão entre os principais motivos de reclamação dos moradores da zona sul de Teresina.

Mas esse problema deverá ser solucionado no prazo máximo de seis meses. Na manhã da última sexta-feira (07) foi assinada a ordem de serviço para a obra de reconstrução da avenida.

O motociclista que mora na região e trafega diariamente pela avenida, Valdenir Pereira, afirma que andar pelo local é um perigo constante, por causa dos inúmeros buracos presentes na via.

?Nós estávamos precisando dessa reforma, já vi muita gente sofrendo acidentes graves por causa dos buracos. Já vi também gente morrendo em decorrência desses acidentes?, afirmou.

De acordo com o prefeito, a Avenida Henry Wall é uma das principais vias de escoamento da zona Sul e a sua reconstrução era uma solicitação antiga dos moradores da região.

?Essa obra terá um investimento de mais de R$ 6 milhões, que serão pagos com recursos próprios da Prefeitura. O início da obra poderá ser um pouco lento por conta do período chuvoso, mas a previsão de conclusão é de 180 dias. Certamente, depois de pronta, essa obra vai melhorar muito a qualidade de vida dos moradores da zona Sul?, afirmou.

A Henry Wall de Carvalho sofre com problemas de drenagem e o objetivo principal da obra é sanar esse problema. Ao todo serão mais de três quilômetros de extensão, partindo da Ambev até a entrada da Vila Irmã Dulce.

?Essa obra é de grande importância para o sistema viário da zona Sul de Teresina, pois a Henry Wall de Carvalho é uma das vias mais importantes de acesso a essa região da cidade.

Todas as reformas que eram realizadas na avenida eram feitas de forma paliativa, mas dessa vez não será assim. Será feita uma obra completa naquele local?, disse o superintendente da SDUSUL, Edson Melo.

Com a obra, a Avenida terá um nível mais elevado, um novo sistema de drenagem e também receberá recapeamento asfáltico. Isso é necessário porque, em período chuvoso, há alguns pontos de alagamento, que acabam por prejudicar o asfalto, comprometendo o tráfego de veículos na região. Também serão feitas passagens d?água por baixo da nova avenida, por meio de tubulações.

Fonte: Pollyana Carvalho