Avenida Nossa Senhora de Fátima será rebaixada para evitar alagamentos

No projeto serão necessárias duas intervenções. A primeira delas envolvendo o cruzamento das Avenidas Nossa Senhora de Fátima e Elias João Tajra e a outra envolvendo os cruzamentos da Avenida

A Avenida Nossa Senhora de Fátima será rebaixada. A ideia é fazer as obras de drenagem para evitar o acúmulo de água na região. As obras devem ser iniciadas amanhã (20) e serão executadas pela Prefeitura de Teresina por meio da Superintendência de Desenvolvimento Urbano Leste (SDU/Leste).

No projeto serão necessárias duas intervenções. A primeira delas envolvendo o cruzamento das Avenidas Nossa Senhora de Fátima e Elias João Tajra e a outra envolvendo os cruzamentos da Avenida Nossa Senhora de Fátima e Cinegrafista Marques.

"Durante as obras, serão necessárias interdições parciais das vias. Durante 30 dias será interditado o trecho da Nossa Senhora de Fátima no sentido Norte/Sul, ou seja, no sentido Universidade Federal do Piauí/ João XXIII, entre as Ruas Raimundo Portela e Anfrísio Lobão e durante mais 30 dias será interditado o trecho no sentido contrário, totalizando assim 30 dias para cada lado", explicou José Alberto, gerente de obras da SDU/Leste.

Após a conclusão dessa etapa, a construtora dará início ao trecho no sentido Sul/Norte. O gerente de obras explica que as obras são necessárias para acabar com os transtornos, sobretudo no período chuvoso.

A obra será executada com recursos próprios do Município, no valor de, aproximadamente, R$ 226,5 mil. "Depois de finalizada, a obra vai melhorar muito a drenagem da área, inclusive a questão dos problemas no asfalto que são ocasionados pelo acúmulo de água", explicou José Alberto.

A Prefeitura pede a compreensão da população em relação aos transtornos que deverão ser causados no período de execução das obras, tendo em vista que as mesmas estão sendo executadas para evitar problemas posteriores.

Além disso, é uma reivindicação antiga dos teresinenses e também dos proprietários de estabelecimentos comerciais que estão instalados na Avenida.

Clique aqui e curta o Meionorte.com no Facebook

Fonte: Jornal Meio Norte