Avião com 11 a bordo some na África

Magnata australiano da mineração estava a bordo

Um avião com 11 pessoas a bordo, fretado pela companhia mineradora australiana Sundance Resources, desapareceu logo depois de ter decolado sábado do aeroporto de Yaounde, informou neste domingo (20) a televisão nacional de Camarões "CRTV".

Um magnata australiano da mineração, Ken Talbot, e cinco outros altos executivos da empresa estavam a bordo, informou a companhia.

O avião ia da capital de Camarões até Yangadou, no Congo.

Talbot é diretor da Sundance Resources, cuja sede é na cidade australiana de Perth. A empresa tem uma mina na República dos Camarões.

A Talbot Group é uma das mais importantes acionistas da empresa.

A Sundance Resources planeja começar a extrair minério de ferro de Mbalam já em 2012.

O presidente do conselho da Sundance Resources, Geoff Wedlock, e o presidente-executivo da empresa, Don Lewis, também estão desaparecidos.

A aeronave, um Casa C212, saiu de Yaounde com destino à localidade de Yangadou, no noroeste da República do Congo, segundo o ministro de Comunicação camaronês, Issa Bakary, quem assinalou que pertence à companhia congolesa Aero-Service.

A aeronave fretada por Cam Iron devia transferir funcionários da companhia para Yangadou e levava 9 passageiros, dos quais seis são australianos, dois franceses e um americano, além de dois tripulantes britânicos, indicou o ministro Bakary, porta-voz do Governo camaronês.

Poucos minutos após a decolagem de Yaounde, no sábado às 9h13 na hora local (5h13 em Brasília), os serviços aeroportuários perderam contato com a aeronave, acrescentou a fonte.

As autoridades de Aviação Civil de Camarões e Congo iniciaram uma operação conjunta de busca da aeronave entre as localidades, informou o ministro camaronês.

Fonte: g1, www.g1.com.br