Balanço do Corpo de Bombeiros aponta 367 ocorrências de incêndio em vegetação e terrenos baldios

Somado aos demais meses de 2014, esse número sobe para 367 ocorrências.

CONFIRA REPORTAGEM COMPLETA NA EDIÇÃO DESTA QUARTA-FEIRA (14) DO JORNAL MEIO NORTE

O número de incêndios a terrenos baldios e matagais aumenta consideravelmente nos meses mais quentes do ano. Somente no mês de setembro, foram registradas112 ocorrências de incêndios destas categorias pelo Comando Operacional do Corpo de Bombeiros Militar de Teresina. Somado aos demais meses de 2014, esse número sobe para 367 ocorrências. Considerando a enorme demanda, o efetivo do Corpo de Bombeiros luta diariamente para atender aos pedidos de socorro. Teresina, que atualmente possui 1 milhão de habitantes, tem apenas três caminhões de combate a incêndios.

No último domingo (12), dois incêndios aconteceram na capita. Um na Floresta Fóssil, zona Leste de Teresina, de grandes proporções, que começou nas margens do rio ao norte da Avenida Cajuína e outro no bairro Monte Castelo. No primeiro foi enviada uma equipe, que teve bastante trabalho para conter as chamas. Mas no segundo caso os próprios moradores tiveram que conter as chamas, pois a guarnição do Corpo de Bombeiros não chegou a tempo: “Nós fomos e no meio do caminho eles avisaram que tinha sido um pequeno foco incêndio, e que eles já tinham apagado. Se fosse incêndio grande eles não teriam apagado sozinhos”, avalia a Major Najera Nunes.

Para o Major Sérgio Melo, a estrutura do Corpo de Bombeiros precisa melhorar, mas ele acredita que as guarnições estão dando conta da demanda da cidade: “Atualmente nós temos guarnições diárias: duas de combate a incêndio, uma guarnição de salvamento e uma guarnição de resgate, no caso a ambulância. Nós estamos trabalhando com essa estrutura e estamos conseguindo atender, mas seria melhor ter mais caminhões e mais equipes”, explica.

Fonte: Lucrécio Arrais