Bancada feminina pede mudanças no funcionamento das Delegacias da Mulher

Bancada feminina pede mudanças no funcionamento das Delegacias da Mulher

A ideia é que essas delegacias funcionem também nos finais de semana e feriados.

A bancada feminina da Assembléia Legislativa cobra da Secretaria Estadual de Segurança Pública mudanças no funcionamento da Delegacia da Mulher no Estado. A ideia é que essas delegacias funcionem também nos finais de semana. A presidente da Comissão da Mulher na Assembléia Legislativa, Deputada Amparo Landim (PSD) e as deputadas Flora Isabel (PT) e deputada Lisiê Coelho (PTB) representaram a bancada feminina em reunião com o secretario estadual de Segurança Pública, Robert Rios.

O foco desse encontro foi o funcionamento das Delegacias da Mulher sem interrupção e ainda nos finais de semana. A deputada Amparo Landim, presidente da Comissão, defende que a medida vai proporcionar maior atenção à mulher e respeito às leis que asseguram os direitos femininos.

?O alvo dessa reunião aqui hoje é pedir a abertura, o funcionamento pleno das delegacias da mulher aos sábados, domingos e feriados, 24 horas por dia. E também tratar de outras políticas de segurança pública no que diz respeito à segurança da mulher?, pontua Amparo Landim.

A deputada Lisiê Coelho aposta na educação como medida eficaz na luta contra a impunidade ao desrespeito da integridade da mulher. ?Além das políticas públicas que nós temos e que precisam avançar nessa ação de defesa da mulher, na sua qualidade de vida, na sua segurança, uma das formas que nós achamos importante é que a mulher tenha participação no mundo político, no mundo dos negócios, nas escolas e você só pode conseguir isso através da educação. é importante também que o Governo tenha instrumentos sociais para poder dar condições para que essas mulheres sejam capacitadas?, defende.

Já a deputada Flora Isabel, falou sobre os avanços da mulher no Estado. ?Nós entendemos que o adequado para um funcionamento das mais variadas questões de direito à mulher no mesmo espaço. E a casa da mulher brasileira a presidência avança colocando a área de segurança, as delegacias dentro desse espaço, a Justiça com as Varas da Mulher e também os Juizados e a própria Defensoria também nesse mesmo espaço e a presidente ainda avançou, ela colocou um Núcleo de Geração de Renda onde vão ter linhas de crédito, linhas de financiamento para as mulheres?.

O secretário de segurança, Robert Rios, ouviu as reinvidicações da bancada feminina e garantiu que as Delegacias da Mulher no Piauí vem trabalhando para reduzir os índices de violência.

?O governo tem se preocupado muito com a segurança da mulher no Piauí. Foram várias delegacias da mulher criadas. Só em Teresina foram criadas duas, já tinha uma e criamos mais duas. E criamos já em Campo Maior, em Oeiras, Floriano, Picos e aos poucos estamos interiorizando a delegacia da mulher. É claro que as mulheres sempre querem mais e sempre as mulheres merecem mais. Nós vamos aqui hoje continuar com mais uma roda de negociações com a bancada feminina. Aquilo que as mulheres querem e aquilo que o governo pode oferecer nós vamos chegar a um ponto em comum?, destacou o secretário.

Fonte: Marcilany Rodrigues