Banqueiro comete suicídio após perder mais de R$ 3,3 milhões

Banqueiro comete suicídio após perder mais de R$ 3,3 milhões

O banqueiro, de 25 anos, que trabalhava em Tóquio, convenceu no ano passado três de seus clientes a deixarem suas economias com ele

Um jovem banqueiro japonês cometeu suicídio depois de perder pouco mais de R$ 3,3 milhões (US$ 1,5 milhão) obtidos de clientes sem o consentimento de seu patrão, anunciou nesta sexta-feira (2) o banco Resona.

O banqueiro, de 25 anos, que trabalhava em Tóquio e não teve o nome revelado, convenceu no ano passado três de seus clientes a deixarem suas economias com ele para que fizesse investimentos.

No total, o jovem conseguiu arrecadar 155 milhões de ienes (cerca de 1,52 milhão de dólares), sem informar a seus superiores, explicou um porta-voz do banco à AFP.

"A maior parte dessa soma foi perdida no mercado de câmbio e em outros investimentos frustrados", disse o porta-voz.

Em janeiro, o banco cobrou explicações ao seu empregado depois de receber uma denúncia de um dos três clientes que dizia ter perdido contato com ele.

No dia seguinte, o jovem banqueiro cometeu suicídio, segundo o porta-voz.

O Resona proíbe seus funcionários de receber dinheiro dos clientes sem permissão prévia.

Fonte: r7