Barretos confirma primeira morte pela nova gripe

Homem de 47 anos morreu em 19 de agosto no interior de SP

A Secretaria Municipal de Saúde de Barretos, a 423 km de São Paulo, confirmou na segunda-feira (24) a primeira morte pela nova gripe na cidade. A vítima, um homem de 47 anos, morreu em 19 de agosto. Segundo a secretaria, o homem era obeso e fumante, fatores considerados de risco para o desenvolvimento da doença. Além da morte, a cidade teve mais um caso de contaminação confirmada pelo vírus Influenza A (H1N1). O paciente passa bem e está em isolamento domiciliar. A Secretaria de Saúde da cidade também investiga outros 21 casos suspeitos.

A diretora da Vigilância em Saúde do município, Jussara Aparecida Colli, informou que a Secretaria de Saúde não alterará o esquema especial montado para atender e prevenir a nova gripe durante a Festa do Peão de Boiadeiro de Barretos, que deve receber 800 mil pessoas até o próximo domingo (30). Policiais que estão trabalhando na festa foram orientados pela Vigilância Epidemiológica a evitar o contato com secreções e aumentar a higiene das mãos. Dois postos médicos para o atendimento de casos suspeitos foram montados no Parque do Peão.

Autoridades de saúde também orientam o público sobre a doença. Além disso, recipientes com álcool em gel foram instalados em vários pontos do local. Balanço estadual Segundo o último balanço oficial da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo, divulgado na sexta-feira (21), 179 pessoas morreram no estado pela nova gripe. A secretaria reforçou a orientação para que pessoas com sintomas de gripe (febre, tosse, coriza e dores no corpo, dentre outros) sigam as orientações de seu médico quanto ao isolamento domiciliar. Também pediu mais cuidado com hábitos de higiene.

Fonte: g1, www.g1.com.br