Bebê cabeludo chama atenção de curiosos e ganha apelido de pandinha

A "fama" de Enzo já começou no hospital.

O pequeno Enzo Rafael, de três meses, chama a atenção por onde passa. Isso porque a quantidade de cabelo do bebê é considerada maior que o normal para a idade dele. A mãe, Soraya Netto Vilela, de 31 anos, que vive com a família em Cariacica, na Grande Vitória, contou que frequentemente é parada por curiosos na rua, que querem saber se o cabelo é de verdade.

Soraya disse que não imaginava que o filho nasceria assim, pois tanto na família dela e do marido o natural é os bebês nascerem carecas ou com pouco cabelo. Por isso, ele ganhou o apelido carinhoso de Pandinha.

"Senti muito azia durante a gravidez, passava mal direto e dizem que isso tem a ver, mas os médicos nunca comentaram nada disso comigo. Quando ele nasceu foi realmente uma surpresa", disse.

A "fama" de Enzo já começou no hospital. Segundo a mãe, as enfermeiras e médicos pediam para tirar foto com o bebê e diziam nunca terem visto alguém nascer com tanto cabelo.

"Depois que saí com ele do hospital não foi diferente. As pessoas me param na rua, querem passar a mão no cabelo dele, perguntam se é peruca. Onde já se viu bebê de peruca", disse a mãe, aos risos.

E ao contrário de crianças que têm queda de cabelo após o nascimento, o de Enzo só cresceu. "Ele nasceu com cabelinhos no corpo também, o que é normal, mas esses já caíram. Mas o cabelo só cresceu", contou.

Soraya tem uma filha mais velha, de 10 anos, mas segundo a mãe, a menina nasceu com uma quantidade normal de cabelo. "Não sei porque ele nasceu assim. Quando o levo ao médico, ele diz que não tenho com o que me preocupar."

Bebê urso


Enzo é frequentemente comparado ao "bebê urso" Júnior Cox-Noon, visto como o mais cabeludo do mundo por causa da fama internacional na web. O pequeno nasceu na Inglaterra.

Segundo o jornal "The Sun", sua mãe, Chelsea Noon, de 32 anos, conta que ela não consegue mais ir ao supermercado sem que o filho chame atenção das pessoas pela quantidade de cabelo que tem.


Fonte: Com informações do G1