Bebê de três meses espancada pela mãe receberá alta após fraturas na cabeça

Menina está estável na enfermaria sem indicação cirúrgica, diz hospital. Criança de 3 meses era agredida pela mãe e teve fraturas na cabeça.

O bebê de 3 meses que foi jogado no chão pela mãe em Campinas (SP) está estável no Hospital Municipal Mário Gatti e poderá ter alta em dois dias, segundo a assessoria de imprensa da unidade. A menina foi transferida do Hospital Celso Pierro, onde estava desde a noite de terça-feira (18), nesta quarta. O retorno da criança para casa depende da definição da Justiça sobre quem terá a guarda.

A transferência foi necessária, de acordo com o Hospital Celso Pierro, porque a bebê estava no pronto-socorro da unidade, onde fez exames que constataram as fraturas no crânio, braço e mandíbula. A menina precisava de internação, mas não havia vagas. No Hospital Mário Gatti a criança está na enfermaria e, segundo a assessoria, não tem indicação de cirurgia porque as lesões não seriam graves.

A bebê tem sido acompanhada pela avó paterna, mas a guarda ainda não foi definida pela Vara da Infância e Juventude de Campinas. A criança recebeu a visita do pai na manhã de quarta antes da transferência.

Mãe confessou

A menina deu entrada no no Hospital Celso Pierro com ferimentos que fizeram o médico desconfiar de agressão e chamar a Polícia Militar. A mãe, Jéssica Pereira dos Santos, foi levada para a 2ª Delegacia Seccional de Campinas, onde teria confessado o crime em depoimento. Como não houve flagrante, a jovem vai responder em liberdade. Após depor, ela confessou ter agredido a filha aos jornalistas.

"Eu estava muito nervosa. Eu peguei e joguei ela no chão e puxei pelo braço", conta a mãe em entrevista para a EPTV, afiliada da TV Globo. Em seguida, ela disse estar arrependida. "Se pudesse, voltaria atrás e não faria isso". Segundo o Soldado da Polícia Militar Marcos Oliveira, a criança ainda foi diagnosticada com outras lesões que seriam mais antigas, como ossos calcificados.


Fonte: G1