Biscoitos brasileiros participam de feira internacional

No ano passado as exportações de biscoitos brasileiros foram da ordem de 54.369 toneladas

Começa domingo, dia 31, a ISM, maior feira mundial do mercado de doces e biscoitos, localizada em Colônia (Alemanha). Até o dia três de fevereiro, as empresas brasileiras Bauducco, Marilan, Mabel, Faville, Itamaraty, Santa Edwiges e Dunga vão apresentar suas novidades no pavilhão Brazilian Biscuit, que tem uma área de 216 metros quadrados.

A participação dos associados do SIMABESP - Sindicato das Indústrias de Massas Alimentícias do Estado de São Paulo - e ANIB - Associação Nacional das Indústrias de Biscoitos - em eventos internacionais ao longo do ano, é uma das principais metas das entidades e de seus associados para 2010, sempre contando com a parceria da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimento - Apex - Brasil. "Esta atitude pró-ativa em eventos internacionais é fundamental para a abertura de novos contatos e prospecção de novos mercados", acredita José dos Santos dos Reis, vice-presidente da ANIB e presidente do SIMABESP.

No ano passado as exportações de biscoitos brasileiros foram da ordem de 54.369 toneladas, o que representou uma queda de 7,72% com relação ao volume de 2008, que foi 58.918 toneladas. O faturamento também teve uma redução e passou de US$ 114.061.665 em 2008 para US$ 100.434.984, ou seja, 11,95% a menos.

O presidente do SIMABESP explica: "num cenário econômico mundial extremamente desfavorável, nós tivemos que baixar os preços em dólar para mantermos os mercados e evitar reduções maiores na exportação de biscoitos. Em 2010 pretendemos, no mínimo, recuperar as perdas do ano passado, já que as perspectivas são bastante positivas". Os cinco maiores compradores, em 2009, foram: Angola, Paraguai, Estados Unidos, Uruguai e Argentina. "Mesmo com a crise, os Estados Unidos subiram dois pontos no ranking e passaram para o terceiro lugar", comemora Reis.

Fonte: maxpress