Justiça condena BMW a indenização e pensão por morte de João Paulo, ex-parceiro de Daniel

Justiça condena BMW a indenização e pensão por morte de João Paulo, ex-parceiro de Daniel

Após 16 anos da morte de cantor, laudo concluiu que falha no pneu causou acidente

A BMW do Brasil e BMW da Alemanha foram condenadas a pagar indenização por danos materiais pela morte do cantor João Paulo, que formava a dupla sertaneja João Paulo e Daniel. A ação indenizatória foi promovida pela mulher e filha do cantor, Roseni Barbosa dos Santos Reis e Jéssica Renata dos Reis.

O juiz Rodrigo Cesar Fernandes Marinho, da 4a Vara Cível, determinou o pagamento de 2/3 dos rendimentos de João Paulo desde o acidente, ocorrido em 1997, e ainda o pagamento de R$ 300 mil por danos morais para a família.

De acordo com o advogado da família, Edilberto Acácio da Silva, a sentença foi baseada no laudo pericial que concluiu que um defeito no pneu causou a perda do controle e tombamento do veiculo.

O cantor dirigia o seu BMW 328 i/A no dia 12 de setembro de 1997 na rodovia dos Bandeirantes SP-348, quando o pneu dianteiro estourou acarretando o tombamento no canteiro central e incêndio no veículo, gerando a morte de João Paulo em decorrência de carbonização.

Fonte: r7