Boate Kiss passará por nova perícia para investigar tragédia e depois será lacrada

Boate Kiss passará por nova perícia para investigar tragédia e depois será lacrada

Conselho de Engenharia vai elaborar um parecer técnico sobre o prédio.

Uma comissão de especialistas em segurança do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Rio Grande do Sul (CREA-RS) fará uma inspeção nesta quinta-feira (31) na boate Kiss, em Santa Maria, onde 235 pessoas morreram em um incêndio no último domingo (27).

A intenção é elaborar um parecer técnico sobre o prédio que possa apontar as causas do incêndio. O resultado do trabalho será divulgado na segunda-feira (4).

Técnicos do Instituto Geral de Perícias (IGP) também voltarão ao local nesta quinta para nova inspeção. Eles já estiveram na boate na quarta-feira (30), acompanhados de funcionários da boate e de frequentadores que escaparam sem ferimento. As cinco testemunhas afirmaram que o incêndio começou no teto do palco. Depois do trabalho de hoje, o local será lacrado.

?Todos afirmaram que o fogo começou no mesmo lugar, no teto, do lado direito do palco, onde o vocalista da banda fazia o show pirotécnico?, afirmou em entrevista coletiva o delegado Sandro Meinerz, um dos responsáveis pela investigação.

Conforme a polícia, as testemunhas também foram unânimes em afirmar que o extintor de incêndio que estava do lado direito do palco foi acionado, mas não funcionou. Eles afirmaram ainda que a fumaça demorou entre 40 segundos e um minuto para tomar conta de toda a boate.

Um novo boletim sobre o número de feridos que seguem internados em hospitais do estado será divulgado a partir das 11h. De acordo com números divulgados pelo SUS na noite de quarta-feira (30), 134 pacientes estavam em atendimento em hospitais de cinco cidades do Rio Grande do Sul.

Fonte: Globo