Bombeiros alertam para incêndios causados por queimadas no Piauí

Tempo seco e ventos contribuem para a propagação das chamas

No período conhecido como B-R-O-BRÓ, entre os meses de setembro e dezembro, o Piauí costuma registrar as temperaturas mais altas do país, além de baixos índices de umidade relativa do ar, fatores que, aliados às queimadas típicas do período, contribuem para a grande incidência de incêndios no estado. 

De acordo com o major Veloso, do Corpo de Bombeiros, a corporação se prepara para o aumento das ocorrências no período e explica como é feito o combate aos incêndios. 

"Já é previsto, mas está acontecendo agora com uma incidência maior  os incêndios em vegetações, esses incêndios têm uma peculiaridade porque não conseguem ser extintos e o Corpo de Bombeiros tem que fazer a proteção de patrimônios em diversas frentes, ao mesmo tempo”, afirmou. 

O major Veloso explica que fatores como a baixa umidade do ar e os ventos fortes contribuem para a rápida propagação dos incêndios neste período.

"Em uma queimada, um vento pode levar uma chama ou uma faísca a mais de 100 metros de distância, se feito no horário mais critico, entre meio dia e 16:00, é muito favorável à propagação do incêndio”, afirmou. 

Corpo de Bombeiros (Crédito: Reprodução)
Corpo de Bombeiros (Crédito: Reprodução)



Fonte: Portal Meio Norte