Bombeiros divulgam nomes de desaparecidos nos escombros de prédio que desabou em S.Paulo

Bombeiros divulgam nomes de desaparecidos nos escombros de prédio que desabou em S.Paulo

As equipes de resgate trabalham em três frentes de atuação para tentar localizar a dupla

O Corpo de Bombeiros divulgou, no começo da tarde desta quarta-feira, os nomes dos dois operários que estão desaparecidos nos escombros do prédio que desabou na zona leste de São Paulo.

Segundo a corporação, ainda não foram localizados o pedreiro Claudemir Viana e o ajudante de limpeza Antonio Wellington.

As equipes de resgate trabalham em três frentes de atuação para tentar localizar a dupla. No total, 70 homens da corporação atuam no local da tragédia que matou oito pessoas e feriu outras 26 ontem.

No começo da tarde, os bombeiros suspenderam as ações com máquinas e pediram para que os helicópteros que sobrevoavam a região se afastassem. A ideia era tentar escutar alguma possível reação das vítimas. Cães farejadores, que atuaram durante a madrugada, também voltaram a vasculhar os entulhos em busca de sinais de sobreviventes.

Ainda não há informações sobre as causas da tragédia. Mais cedo, em entrevista, o pintor Gleisson Feitosa, disse que a estrutura da obra "estava fraca". De acordo com o funcionário, que estava no momento da acidente, o fato já havia sido avisado aos responsáveis pela obra que "pediam para continuar".

Segundo Feitosa, ontem, eles esperavam materiais para continuar reforçando a estrutura do prédio de dois andares que caiu por volta das 8h30 da manhã dessa terça-feira (27).

Fonte: Folha