BR-343 e 316 receberão reforços na fiscalização, diz PRF

BR-343 e 316 receberão reforços na fiscalização, diz PRF

Começou ao meio-dia de ontem a operação “Proclamação da República”, organizada pela Polícia Rodoviária Federal do Piauí (PRF-PI)

Começou ao meio-dia de ontem a operação ?Proclamação da República?, organizada pela Polícia Rodoviária Federal do Piauí (PRF-PI). Pensada para contemplar o aumento na circulação de veículos prevista para as BRs, a operação termina às 08h de quarta-feira (16). Os policiais reforçam a vigilância principalmente na BR-343, por conta do alto fluxo de veículos seguindo para o litoral. No entanto, a BR-316 também receberá reforço.

De acordo com o inspetor Raimundo Rameiro, da PRF, a corporação já fez o reforço do policiamento com mais 20 policiais da área administrativa, que se somam aos 160 policiais que já fazem a fiscalização. Segundo o inspetor, a PRF considera essa operação como ?atípica? em virtude do número de dias compreendidos no trabalho.

?No ano passado, o feriado caiu em uma segundafeira. Como neste ano teremos o dia 15 de novembro em uma terça, teremos um dia a mais de operação. Esse fato dificulta até mesmo a comparação entre os dois períodos, mas o trabalho é sempre o de prevenir os acidentes, orientando e fiscalizando os condutores?, disse.

No feriadão da Proclamação da República do ano passado, a PRF registrou um total de 44 acidentes

nas estradas federais do Piauí, com 26 feridos e quatro mortos. ?O nosso reforço tem como objetivo preservar a vida e o patrimônio das pessoas?, disse Rameiro. O inspetor informou ainda que dados parciais da operação estão sendo disponibilizados no perfil da PRFPI no Twitter (@191piaui).

RECOMENDAÇÕES

A Polícia Rodoviária Federal recomenda aos motoristas que viajam neste período que dirijam com respeito às regras de trânsito, observando os limites de velocidade e não ingerindo bebida alcoólica se forem dirigir. Devem também fazer uso do cinto de segurança para todos os ocupantes do veículo, inclusive para aqueles que viajam no banco de trás. Os menores de sete anos estão obrigados a fazer uso do dispositivo de retenção (cadeirinhas).

Também é aconselhável evitar as ultrapassagens em locais proibidos pela sinalização que é caracterizada pela faixa contínua amarela. A PRF detém informações estatísticas segundo as quais são as ultrapassagens mal-sucedidas responsáveis pelos acidentes na modalidade colisão frontal, o tipo de acidente que mais mata nas rodovias federais.

Este ano já foram 50 mortes por acidente deste tipo, o que representa supremacia absoluta em rela-

ção aos outros.

Fonte: JMN