Brasileira é barrada em voo após comentário sobre terrorismo

Funcionários da companhia aérea a abordaram depois de o pai dela, o economista Renato Camargo da Silva, ter feito uma brincadeira.

Uma brasileira foi impedida de embarcar no Aeroporto Internacional de Guarulhos em um voo da Qatar Airways para Bali, Indonésia, na madrugada deste domingo. Segundo informações do jornal O Estado de S. Paulo, o pai da jovem, que não iria embarcar, teria feito um comentário sobre terrorismo na fila de check-in. De acordo com a jovem, funcionários da companhia aérea a abordaram depois de o pai dela, o economista Renato Camargo da Silva, ter feito uma brincadeira. ?Ainda bem que não acharam que você é terrorista?, teria dito Silva. Graduada em Gestão Ambiental pela Universidade de São Paulo (USP), Thais Buratto da Silva, 24 anos, participaria de um no exterior.

A passageira tentou explicar a situação, mas, segundo ela, funcionários da companhia aérea não aceitaram as explicações. O pai de Thais afirmou que a abordagem da empresa aérea foi muito grosseira e ressaltou que a filha não fez nenhuma insinuação sobre terrorismo. A Qatar Airways disse, por meio de assessoria de imprensa, que o veto à passageira ocorreu por ?questões de segurança?. A Polícia Federal do aeroporto afirmou que não encontrou nenhuma notificação sobre o caso. A jovem, no entanto, disse que iria registrar uma ocorrência no aeroporto por orientação de seu advogado, que entrará com uma ação por danos morais e materiais contra a companhia aérea.

Fonte: Terra