Cachorro que foi agredido por mulher é adotado e se recupera muito bem

O marido da agressora viu o vídeo e "ficou comovido".

Um cachorro que sofreu agressões de uma mulher em um condomínio na zona norte de Porto Alegre foi adotado pelo subsíndico do mesmo prédio. O filhote da raça poodle, que foi batizado de Rossi, se recupera da violência que foi filmada por outro vizinho, um adolescente de 16 anos. Nas imagens, uma mulher aparece jogando o cão contra a parede da varanda do apartamento.

"Hoje eu estive com ele, o cachorro está ótimo", disse o síndico do condomínio, o empresário Marco Antônio Vieira Mattos. Foi ele quem resgatou o cachorro do apartamento na última sexta-feira, depois que um grupo de moradores lhe mostrou o vídeo das agressões.

Naquele dia, a mulher havia saído de casa com os dois filhos - um menino de 3 anos e uma menina de 3 meses. O síndico, então, esperou o marido dela voltar para retirar o cachorro do apartamento da família, por volta de 23h.

O marido da agressora viu o vídeo e "ficou comovido", disse Mattos. O homem disse ao síndico que a esposa estava passando por alguns problemas, e aceitou entregar o cão. O síndico levou o animal para a própria casa: "ele estava com muita diarreia, tremendo muito".

"No dia seguinte, eu o levei ao veterinário da clínica", disse Mattos, e o filhote passou um dia em observação. Segundo o síndico, várias pessoas tinham demonstrado interesse em adotar o cachorro, mas uma das primeiras a falar sobre o assunto foi o subsíndico. No domingo, ele foi buscar o cão, que já estava bem de saúde.

Fonte: Terra