Cachorros são clonasod por US$ 100 mil em laboratório sul-coreano

Cachorros são clonasod por US$ 100 mil em laboratório sul-coreano

Laboratório sul-coreano clona cachorros por US$ 100 mil

Só quem tem cachorro sabe como alguns momentos compartilhados com o bichano não têm preço.

Com a promessa de preservar essas boas memórias, um laboratório sul-coreano oferece um serviço de clonagem canina. O valor? Cem mil dólares.

A técnica de clonagem é relativamente simples: núcleos das células do cachorro a ser clonado são inseridos em óvulos de cães doadores cujo material genético é removido previamente.

O embrião é introduzido em uma "barriga de aluguel", responsável pela gestação.

É a mesma técnica utilizada em 1996 na replicação da ovelha Dolly, primeiro caso bem-sucedido de clonagem de um mamífero da história.

O que eles têm a ver com isso?

Como o processo é um pouco imprevisível, muitos cães não saem perfeitos de primeira. Vários morrem, vários nascem com problemas congênitos -- o que implica em um dilema ético dos mais cascudos.

Afinal, os animais envolvidos no processo são submetidos a sofrimento para satisfazer um capricho humano.

A questão ética, no entanto, não parece ser uma prioridade para o laboratório Sooam Biotech Research Foundation. Como relata a Nature, seu fundador, Woo Suk Hwang, é um conhecido fanfarrão do mundo da ciência.

Hwang foi expulso da Universidade Nacional de Seoul em 2005 e condenado a devolver mais de U$ 700.000 aos cofres públicos coreanos após um dos mais notórios episódios de fraude da história.

Sua péssima fama não atrapalha os negócios do laboratório. Na verdade, desde que as clonagens começaram, em 2006, mais de 400 cachorros já foram duplicados. Hoje, como aponta a Business Insider, cerca de 15 cães são clonados por mês.

"Os clientes tendem a querer clonar vira-latas muito mais do que cachorros de raça pura. Isso é porque raças misturadas são únicas", disse Hwang ao Guardian. "Não podemos garantir que eles terão o mesmo temperamento que o original, mas nossos clientes observam muitas similaridades."

A controversa prática já virou até tema de reality show. Exibido no canal TLC, o programa, chamado "I Cloned My Pet", é estrelado por ricaços americanos que clonaram seus totós.

Clique e curta a página do Portal Meio Norte no facebook.

Fonte: Brasil Post