Cadela ferida por produtor de Thiaguinho tem alta

Cadela ferida por produtor de Thiaguinho tem alta

Menina ficou surda do ouvido esquerdo

Parece que chegou o fim da saga da cachorra Menina, que foi ferida por fogos de artifícios em um acidente provocado por um produtor do cantor Thiaguinho. O animal deixou o hospital veterinário em que estava nesta sexta-feira, 13, e seguiu para um abrigo de animais, onde ai passar por novos exames e aguardará pelo processo de adoção. A cadela ficará mesmo surda do ouvido esquerdo por causa do acidente.

Thiaguinho está na fila de adoção

De acordo com um comunicado enviado pela União Protetora dos Animais, de Campinas, novos exames ainda deverão ser feitos no animal, e que depois seguirá para a adoção. O documento afirma ainda que o cantor Thiaguinho formalizou, no último dia 10, o pedido de adoção do animal.


Cadela ferida por produtor de Thiaguinho tem alta

"Após exame de otoscopia realizado anteontem (11) em seus ouvidos, foi detectado que no lado esquerdo os danos são irreversíveis. Já o direito evolui para uma cicatrização. Nele, Menina poderá ter alguma audição. Na próxima semana, conversaremos com mais alguns especialistas para ouvir uma segunda opinião, pois existe a possibilidade de se fazer novos exames para um diagnóstico mais apurado no duto auditivo.

Menina está se adaptando ao convívio social novamente, sendo medicada e alimentada com comida pastosa. Por enquanto, ela não pode comer ração, somente daqui a 60 dias é que será possível por conta da cirurgia da mandíbula realizada no dia 03.

Com relação à adoção, nós trataremos desse assunto somente após ter vencido a primeira etapa que é a saúde de Menina. Após esse período que nós analisaremos os quase 200 pedidos de adoção e iniciaremos a triagem. Na tarde desta terça (10), o advogado do cantor Thiaguinho entregou pessoalmente uma carta onde ele formalizou a sua intenção de adotar Menina.

Queremos deixar claro que não há preferências e nem restrições, pois a sua adoção tem que ser personalíssima pelo fato da perda de audição, ou seja, não pode ficar com outro animal que possa, por exemplo, tentar proteger o seu prato de comida, pois ela não ouvirá o rosnado do outro animal que precede uma eventual mordida e várias outras questões inerentes a sua falta de audição."

Fonte: Globo.com