Caio Rodrigues morre aos 8 anos após 6 de luta contra a leucemia

Todo o Piaui está de luto.

Por volta das 06h da manhã deste domingo (14), o pequeno Caio Augusto Rodrigues Pereira, de oito anos, que há seis lutava contra uma leucemia faleceu no Hospital Unimed após uma insuficiência respiratória. Segundo familiares, às 04h o menino foi entubado por conta do agravamento do seu estado de saúde.

"Caio comoveu toda a sociedade em função da luta, da força, da busca e superação e o exemplo de vida que ele nos deixou. Não só ele como a mãe, o pai que enfrentaram como uma missão. Ele veio, nos ensinou muita coisa e foi sem sentir dor, em paz e nos deixou essa lição de vida que é o amor que existe um pelo outro. As vezes a gente fica reclamando por pequenas coisas, pequenos problemas e não tem noção do que realmente é o sofrimento de uma família em prol do tratamento duro como o que passou Caio”, declarou Jorge Rodrigues, irmão de Lara Rodrigues, mãe de Caio.

Na última sexta-feira (12), foi o seu aniversário de 8 anos onde sua mãe, Lara Rodrigues, aproveitou o momento para pedir doações para o menino que tinha voltado a ser internado.

Ontem meu pequeno grande guerreiro completou 8 aninhos e quase 6 de uma luta incansável. Primeiro quero agradecer a todos que mandaram lindas mensagens! Passei o dia muito emocionada!! Me desculpem não responder a todos como deveria e gostaria. Recebemos muita energia positiva!!! Caio encontra-se internado para controle de dor. Gostaria de fazer um pedido especial de presente!! Ele está precisando de doações de sangue e plaquetas. Seu tipo sanguíneo é O+ mas para plaquetas não temos obrigatoriedade de compatibilidade sanguínea. Dessa forma, a doação de sangue de qualquer tipo sanguíneo será válida e muito bem vinda. Ele está recebendo transfusões frequentemente”, escreveu ela em uma publicação no seu Facebook.

Caio voltou a ser internado na última sexta-feira  (Crédito: Reprodução)
Caio voltou a ser internado na última sexta-feira (Crédito: Reprodução)

Caio ficou conhecido em todo o Brasil após a família iniciar uma luta na internet com uma página nas redes sociais: “Ajude Caio”. No Facebook, os familiares realizavam publicações constantemente de como estava a situação de saúde do garoto e a sua rotina já era acompanhada por mais de 16 mil pessoas.

Após a notícia da sua morte, centenas de pessoas prestaram suas homenagens ao pequeno guerreiro que não parou de lutar pela vida em nenhum momento. “Muita força para a família, mas Deus no comando e tudo vai passar. Nosso anjinho descansou e virou estrela”, escreveu um seguidor da página. “Lara, nesse domingo todo o Piauí sente a sua dor. Foi uma luta incansável a do seu guerreiro Caio. Que Deus proteja o seu coração, do seu esposo e do seu outro príncipe. Minhas orações serão por vocês. O céu com certeza está em festa”, disse outra.

O velório de Caio acontece no Jardim da Ressureição onde será celebrada uma missa pelo padre João Moura. 

Caio Rodrigues (Crédito: Reprodução)
Caio Rodrigues (Crédito: Reprodução)
Caio Rodrigues (Crédito: Reprodução)
Caio Rodrigues (Crédito: Reprodução)
Pequeno Caio e sua família (Crédito: Reprodução)
Pequeno Caio e sua família (Crédito: Reprodução)
Homenagens no Facebook (Crédito: Reprodução)
Homenagens no Facebook (Crédito: Reprodução)


Fonte: Portal Meio Norte