THE: CEF anuncia reforma em apartamento residencial

Os moradores já não aguentam

O residencial Bem Viver tem 400 apartamentos entregues aos moradores em janeiro de 2013. O conjunto fica no Lourival parente e foi construído para atender famílias que moram em áreas de risco, principalmente no período chuvoso.

Atualmente o que mais preocupa os moradores é a fragilidade de algumas construções. Sem laje no último andar, quando chove, tudo fica alagado dentro dos apartamentos.

Para quem saiu de áreas inundadas, continua o flagelo por causa das águas. ?A gente espera algo melhor e não há solução alguma. A gente vai buscar solução na construtora, explica o problema e nada acontece. Eles vêm e não tomam providência nenhuma?, disse uma moradora.

?Aqui molha tudo, desde que a gente recebeu o apartamento. Eu viajei na semana passada e quando cheguei, pensei que tivesse perdido a televisão porque estava tudo molhado. Quando eu olhei para cima a água estava descendo do teto em cima da televisão. A gente vai onde a construtora e reclama. Eles vêm, mas não fazem um serviço que preste?, afirmou uma dona de casa.

Dentre outras dificuldades do residencial estão a falta d?água nas torneiras, que vem castigando os moradores há 15 dias, e a acessibilidade ao residencial.

Na última quinta-feira, 20, a Caixa Econômica foi acionada por conta da entrada de água nos apartamentos e por filtrações na parte do teto. ?Nós deslocamos três engenheiros nossos e da construtora e essas falhas precisam ser corrigidas. Nós já contratamos uma empresa para continuar essa verificação minuciosa?, disse o superintendente da Caixa Econômica, Manoel Bonfim, ao afirmar que ?será apresentado um laudo para a Caixa e que vai ser discutido com a construtora para darem início às correções?

Fonte: Denison Duarte