Calouro vítima de trote sofre coma alcoólico em universidade de SP

Foram obrigados a comer ração de cachorro, nadar na lama e ingerir muita bebida alcoólica

Um calouro do curso de medicina veterinária foi levado nesta segunda-feira (9) para a Santa Casa de Leme, cidade a 188 km de São Paulo, em estado de coma alcoólico, de acordo com a polícia. O estudante de 21 anos participava de um trote aplicado por veteranos do Centro Educacional Anhanguera.

Segundo informações de estudantes que presenciaram o trote, alguns veteranos teriam agredido os alunos e dado um banho nos calouros com animais mortos e estrume de animais. Os estudantes também teriam sido obrigados a comer ração de cachorro, nadar na lama e ingerir muita bebida alcoólica.

À polícia, as testemunhas contaram que o jovem estava desacordado e sentado em uma cadeira amarrada a um poste. A vítima foi chutada, caiu no chão e bateu a cabeça. Foram os alunos quem socorreram o calouro, que foi medicado e permanece em observação.

A Polícia Civil informou que vai investigar o caso e procurar os autores do trote. A diretora geral do Centro Educacional Anhanguera, Viviani Gomes, informou que repudia o que aconteceu e também vai abrir um processo administrativo para averiguar o caso e identificar os autores, que poderão ser expulsos do centro.

Fonte: g1, www.g1.com.br