Caminhada pede paz no Planalto Uruguai e padre faz apelo

Caminhada pede paz no Planalto Uruguai e padre faz apelo

Com abraços e apertos de mãos, dezenas de moradores da região do Planalto Uruguai participaram, no primeiro dia do ano de 2015, de uma caminhada na qual pediam paz tanto pelos seus lares como para todo o mundo. A concentração aconteceu na Paróquia de São Francisco de Assis e todos seguiram caminhando pelas vias até chegar na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Vitória, que fica no Planalto Uruguai, na zona leste de Teresina. O administrador paroquial, padre Fábio Carvalho Fernandes, pedia durante a caminhada que todos possam seguir o exemplo de Maria, que enfrentou tantos problemas com a paz por ser mãe de Deus.


O religioso comunicou que em 2015 as orações da igreja católica serão dedicadas para as famílias do mundo inteiro. Chegando na igreja matriz, os participantes foram recebidos por fieis que lhes aguardavam no templo para celebrarem a santa missa. Na missa, que foi celebrada também pelo diácono Carlos Costa, padre Fábio Fernandes falou sobre a simbologia do dia mundial que foi instituída pelo Papa João VI. “Há 48 anos atrás o papa João VI instituiu o primeiro dia do ano como sendo dia mundial de orações pela paz. É a partir de um coração orante que a gente vai começar a ouvir Deus e saber o que ele tem e deseja para nós, e ele deseja que sejamos homens e mulheres da paz ou seja pessoas pacificadoras”, definiu o pároco.

Por fim, o padre falou que é preciso viver livre da escravidão e, para isso acontecer, temos de ser fraternos uns com os outros. “São muitas formas de escravidão. Ainda existe pessoas escravizadas por sua condição social, sexo, cor, religião e região onde mora. Então a sociedade não se pode mais ficar calada ao presenciar essas ações”, disse. Ele reforçou o convite do papa Francisco para dar um basta na escravidão que afasta a sociedade dos preceitos cristãos.

Fonte: Jornal Meio Norte