Caminhão explode , 111 morrem e 200 ficam feridos

A polícia suspeita que um cigarro acesso no local provocou a tragédia

Pelo menos 111 morreram e cerca de 200 ficaram feridas no incêndio e explosão de um caminhão-tanque nas cercanias da cidade de Molo, cerca 140 quilômetros ao leste de Nairóbi.

A polícia suspeita que um cigarro acesso no local provocou a tragédia. O primeiro-ministro do país, Raila Odinga, disse que o caso está sendo investigado. Há suspeita de que o ato tenha sido criminoso.

O jornal "Daily Nation" assinala que o fato aconteceu na estrada que liga os povoados de Nakuru e Eldoret, no local conhecido como Fazenda Jolly, quando um numeroso grupo de pessoas tentava pegar gasolina do caminhão, que tinha sofrido um acidente.

Já de madrugada, a Cruz Vermelha queniana tinha contabilizado 91 corpos carbonizados, embora temesse que o número de mortos poderia aumentar consideravelmente.

Devido ao intenso calor provocado pelas chamas, as operações de resgate, segundo o jornal Daily Nation, só foram iniciadas duas horas depois da explosão, quando se começaram a recolher corpos e afastá-los uns 50 metros do ponto de onde se encontrava o caminhão.

Fonte: g1, www.g1.com.br