Camisa igual teria gerado briga e garrafadas dentro de boate;

Camisa igual teria gerado briga e garrafadas dentro de boate;

Vítima teria irritado agressor ao falar que eles estavam com camisas iguais

A Polícia em Búzios, RJ, investiga uma agressão registrada na madrugada de sábado (17) para domingo (18) dentro de uma boate. Um homem teria atacado outro a garrafadas. O motivo do crime é considerado banal: a vítima teria irritado o agressor ao comentar que os dois estavam vestindo camisas iguais. O comerciante Aderbal Gomes Júnior levou vários pontos na testa. Os seguranças separaram os envolvidos na briga e a Polícia foi acionada.

Segundo o coordenador de segurança da boate, ele mesmo entregou o suposto agressor ao policial que atendeu à ocorrência e o rapaz entrou na viatura. Mas ao chegar à delegacia, Aderbal soube que o suposto agressor não foi levado para prestar depoimento. O sargento da Polícia Militar responsável pela ocorrência deve ser ouvido daqui a 15 dias, quando a mesma equipe que ouviu a vítima vai estar de plantão novamente.

A equipe da Inter TV tentou falar com o comandante do 25º Batalhão da PM, coronel Gilmar Barros, para saber porque o suposto agressor não teria sido levado para a delegacia. Mas ele não atendeu às ligações.

Fonte: G1