Campanha contra aftosa pode subir nível e tirar o PI da situação de risco desconhecido

A campanha contra aftosa será iniciada no dia 01 e prossegue até o dia 30 de novembro

Nesta sexta-feira,31, na fazenda Nova Olinda, a 8 km de Jos? de Freitas, (48km de Teresina), a Ag?ncia de Defesa Agropecu?ria do Piau?(Adapi) vai fazer o lan?amento da segunda etapa da campanha 2008 de vacina??o contra a febre aftosa no Estado. A campanha, que ser? iniciada no dia 01 e prossegue at? o dia 30 de novembro, tem o objetivo de alcan?ar o ?ndice necess?rio para tirar o Estado da situa??o de risco desconhecido.

Por ainda ser um dos quatro Estados do Nordeste na lista de risco desconhecido, o Piau? enfrenta barreiras sanit?rias para comercializar o rebanho. ? Por esse motivo, pretendemos superar o ?ndice de rebanhos vacinados, fazendo com que o Piau? saia do risco desconhecido para a condi??o de risco m?dio, o que assegura que os criadores piauienses possam comercializar seu rebanho com estados vizinhos?, explica Jos? Ant?nio Filho, diretor geral da Adapi.

Jos? Ant?nio acrescenta que, al?m do Piau?, os Estados do Cear?, Para?ba e Alagoas se encontram, atualmente, impedidos de comercializar animais vivos e seus produtos (carne, leite e derivados). ?Essa situa??o desvaloriza o nosso rebanho e traz preju?zos aos criadores do Estado?, lembra. Nessa segunda etapa, a Adapi prtende vacinar pelo menos 85% do rebanho, o que corresponde a 1,33 milh?o de cabe?as. ? Na campanha de maio deste ano, conseguimos alcan?ar 81% de vacina??o do rebanho. Se mantivermos esse ?ndice, sairemos da situa??o de risco, s? ent?o poderemos voltar a executar e desenvolver o agroneg?cio?, pontua.

Os criadores ter?o at? o dia 15 de dezembro para comprovar que vacinaram o rebanho, caso contr?rio, eles ser?o notificados e multados.

Os valores das multas variam de acordo com a quantidade de reba-

nhos, podendo variar de R$200 a R$ 5 mil. ? Hoje eles j? est?o mais conscientes da import?ncia de se vacinar o rebanho, n?o s? em termos de melhorar a qualidade do rebanho, mas tamb?m potencializar a comercializa??o dos mesmos?, finaliza.

Fonte: Mayara Bastos, Jornal Meio Norte