Campanha de Hanseníase inicia em Teresina dia 10 de novembro

A previsão para 2016 da campanha é examinar 85 mil estudantes

A Fundação Municipal de Saúde (FMS) dará início à Campanha Nacional de Hanseníase e Verminoses, que tem ações voltadas para escolares de 5 a 14 anos, no dia 10 de novembro, na Unidade Escolar Firmina Sobreira, zona Norte. A campanha já é realizada há quatro anos e a previsão para 2016 é examinar 85 mil estudantes, com o objetivo de diminuir a carga de geo helmintos (também conhecidos como verminoses) em escolas de Ensino Fundamental, por meio da administração do medicamento albendazol 400mg, bem como identificar casos suspeitos de hanseníase por meio do “método do espelho.

A FMS diagnosticou 341 casos de hanseníase em teresinenses no ano de 2015, sendo que desse total, 26 foram em menores de 15 anos. “A campanha segue até dezembro em 392 escolas públicas de Ensino Fundamental de Teresina”, informa Kélsen Eulálio Alencar, médico coordenador de Hanseníase da FMS.

Ele explica ainda o “método do espelho” utilizado para identificar casos suspeitos de hanseníase. “Esta técnica usa um formulário no qual os pais devem informar sobre eventuais sinais e sintomas sugestivos no corpo de seus filhos. Em um desenho do corpo humano, os responsáveis vão marcar onde as crianças possuem qualquer tipo de manchas na pele, para serem avaliadas pelas equipes da atenção básica em saúde”, diz o médico.

A Campanha Nacional de Hanseníase e Verminoses é viabilizada pelo Programa Saúde na Escola, que propõe a parceria entre saúde e educação para o atendimento em ambiente escolar. Em 2015, um total de 36.025 escolares de 5 a 14 anos foi tratado com Albendazol, fármaco prescrito para tratamento de verminoses.


Campanha contra Hanseníase em teresina inicia em 10 de novembro
Campanha contra Hanseníase em teresina inicia em 10 de novembro


Fonte: Portal MN