Campanha  de marca de lingerie é tirada de circulação por machismo, segundo Conar

Campanha de marca de lingerie é tirada de circulação por machismo, segundo Conar

Para quem não lembra, o anúncio trazia uma mulher negra de lingerie segurando um quepe.

A campanha da Duloren que gerou polêmica no primeiro semestre de 2012 acaba de ser tirada de circulação pelo Conar, sob alegação de racismo, machismo e apelação. Para quem não lembra, o anúncio trazia uma mulher negra de lingerie segurando um quepe ao lado de um militar desacordado.

Na legenda, ?Pacificar foi fácil, quero ver dominar?. Entre as justificativas, exemplos como ?a mulher só vai seduzir se puser lingerie? e ?botaram uma negra no anúncio porque se passa numa favela e isso é racismo?. Já a própria marca explicou a campanha como ?pode-se pacificar um morro, mas nem homem nem soldado nenhum é capaz de dominar uma mulher usando lingerie Duloren?.

Fonte: UOL